Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Fox x Up!

No mesmo segmento, compactos da VW têm muitas particularidades, a começar pela idade de seus projetos

Por Redação Atualizado em 8 nov 2016, 17h42 - Publicado em 12 dez 2014, 15h31
comparativos

O que une Fox e Up! é o fato de pertencerem à VW e custarem quase o mesmo preço. Além disso, os dois atuam no segmento de hatches compactos. O Up! milita nas faixas de entrada, enquanto o Fox se posiciona na banda superior. Mas os dois se igualam quando a versão básica de um encontra a top do outro, na casa do R$ 36 000. O que nos interessa, porém, não é o que eles têm em comum, mas o que oferecem de diferente.

O Fox mostrado aqui foi lançado em setembro deste ano, com novo visual e conteúdo, mas seu projeto é de 2003. O Up! estreou em fevereiro de 2014, no Brasil, mas é de 2011.

No que diz respeito ao motor, o Fox é equipado com o EA111 1.0, descendente de uma família que surgiu em meados dos anos 70. Ele tem quatro cilindros, com bloco de ferro fundido, cabeçote de alumínio, duas válvulas por cilindro e comando de válvulas simples. O Up!, por sua vez, traz motor 1.0 da linha EA211, que estreou em 2012. Tem três cilindros, bloco e cabeçote de alumínio, quatro válvulas por cilindro e duplo comando de válvulas (variável na admissão), entre outras características. Diferentemente do EA111, que ao se tornar flex adotou um sistema auxiliar de partida, o EA211 tem o sistema e-flex, que dispensa o reservatório suplementar de gasolina.

Na pista de testes, o Up! andou mais e consumiu menos que o Fox. Nas provas de 0 a 100 km/h, o Up! ficou com o tempo de 15,2 segundos, enquanto o Fox conseguiu 19,3 segundos. Nas medições de consumo, as médias do Up! foram de 14,1 km/l na cidade e 17,8 km/l na estrada, contra 11,7 e 15 km/l, respectivamente, do Fox.

Os dois apresentaram desempenhos semelhantes nas frenagens. Embora o Fox seja 114 kg mais pesado, ele possui pneus mais largos, e ambos contam com sistemas de freio similares. Há coincidências também em outros sistemas, como os de direção e suspensão. Derivado da plataforma PQ24, o Fox é um dos carros mais bem-acertados da VW nos últimos anos. Mas o Up! não fica atrás. Ele sofre um pouco mais em pisos irregulares, mas também é um carro na mão. Sua plataforma

é a nova NSF.

O Fox leva vantagem em relação ao espaço interno. Como tem uma distância entre-eixos maior, consegue garantir mais espaço para as pernas dos ocupantes. E, para quem viaja no banco de trás, oferece ainda a possibilidade de negociar o espaço da cabine com o porta-malas, com o movimento do assento. O banco pode se deslocar até 15 cm. O porta-malas do Fox leva entre 270 e 350 litros, enquanto no Up! cabem 285 litros. Em relação a largura e altura internas, pode-se dizer que há empate.

No que toca à estrutura da carroceria, mais uma vez o Up! se destaca. Reforçado com aços de ultra e alta resistência, o compacto se saiu tão bem quanto um sedã como o Jetta no teste de impacto do Latin NCAP, conquistando cinco estrelas para proteção de adultos e quatro para crianças. O Fox não tem a mesma tecnologia, mas não foi submetido ao ensaio, portanto não pode ser comparado.

Continua após a publicidade

Por fim, o Up! sobressai pelo conteúdo. A versão HighUp! conta com computador de bordo, sensor de estacionamento, sistema Isofix, alarme, repetidores nos retrovisores e rodas de liga leve de série, entre outros itens indisponíveis no Fox ou oferecidos apenas como opcionais. Nesse segundo grupo se inserem apenas o computador de bordo, o alarme e os repetidores. Como item exclusivo, o Fox conta com volante com ajuste de altura e profundidade – o do Up! tem regulagem apenas de altura – e gaveta sob o assento do motorista, inexistente no Up!. Ar-condicionado é opcional para os dois. Mas o Up! tem ainda entre os extras o sistema multimídia com GPS Maps&More.

Up! e Fox são produtos em momentos diferentes do ciclo de vida. Enquanto o primeiro está em ascensão, o segundo está em declínio. A reestilização recente deu novo ânimo ao Fox, mas não foi o suficiente para apagar o brilho do novato Up!.

VEREDICTO

O que se viu aqui foi um conflito de gerações. Apesar de reestilizado e de se posicionar em uma faixa de preço superior, o Fox Trendline é menos equipado e tecnologicamente defasado na comparação com o HighUp!. O rival oferece maior desempenho, segurança e economia de combustível.

Confira o teste comparativo

Leia mais:

Honda: Civic LXS x City EXL

Ford: Fiesta S x Ka SE

Mercedes: Classe c x CLA

Continua após a publicidade

Publicidade