Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Eles voltaram

Por Redação 22 jul 2013, 14h50

Por Péricles Malheiros

25 234 km

Nosso EcoSport de Longa voltou a manifestar alguns problemas. São velhos conhecidos: o marcador de combustível, cujo ponteiro indica uma quantidade menor do que a real, e a portinhola plástica que dá acesso ao bocal de abastecimento, que voltou a ficar pendurada.

A imprecisão do marcador de combustível foi apontada pela primeira vez na edição de fevereiro, após uma viagem a Brasília (DF). “Na ocasião, fiz algumas paradas desnecessárias para abastecer, pois o ponteiro entrava na reserva mesmo com muito combustível no tanque”, diz o editor Péricles Malheiros. A questão foi resolvida pela concessionária paulistana Superfor, durante a revisão dos 10 000 km. Segundo o técnico que nos atendeu, bastou fazer uma reprogramação eletrônica para que o marcador voltasse ao normal. Foi alegado ainda que a tal reprogramação resolveria a sensibilidade exagerada do alarme antifurto, que disparava com o carro estacionado sob chuva. De fato, os dois problemas desapareceram. Mas voltaram.

Na autorizada Ativ, responsável pela revisão dos 20 000 km, a consultora deu outra explicação para os disparos involuntários do alarme: “Já temos oito casos idênticos e a solução é a substituição do sensor do alarme”, disse. O tal módulo eletrônico chegou logo após o fechamento da edição de maio e a Ativ fez a troca. Sem enfrentar nem uma chuva forte sequer no último mês, não temos como garantir se tudo voltou ao normal com o alarme – e com as palhetas, também substituídas pela Ativ.

Aos 24 792 km, nosso colaborador Silvio Gioia deixou anotado no diário de bordo do EcoSport: “Tampa do tanque se soltou novamente”. Vale lembrar que a peça havia ficado pendurada (sem motivo) aos 16 645 km, o que nos levou a uma visita não programada à rede. Na Sonnervig, o consultor disse: “A tampa apenas se soltou, não está quebrada. Nós a recolocamos no lugar e ela não vai mais e soltar”. Soltou.

Continua após a publicidade

Consumo

No mês (40,4% na cidade) – Etanol 7,2 km/l
Desde dez/12 (28,6% na cidade) – Etanol 7,7 km/l

Principais ocorrências

6 290 km Marcador de combustível indica nível abaixo do real
8 968 km Alarme dispara com o carro estacionado sob chuva intensa
9 326 km Substituição de braços e palhetas do para-brisa em garantia. Estavam trepidando
10 857 km Palheta do limpador de para-brisa voltou a vibrar
16 308 km Espelho do para-sol direito solto
16 645 km Portinhola de acesso ao bocal de abastecimento do tanque solta
17 669 km Borracha da porta traseira direita solta
18 565 km Alarme dispara com o carro estacionado sob chuva intensa
24 792 km Portinhola de acesso ao bocal de abastecimento do tanque solta
24 901 km Marcador de combustível indica nível abaixo do real

Diário

Ponteiro do marcador de combustível não avança totalmente mesmo com o tanque cheio | Nosso EcoSport de Longa foi até a Praia do Boqueirão, em Santos, litoral de São Paulo

Continua após a publicidade

Publicidade