Assine QUATRO RODAS por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Segredo: Polo Track será o novo carro mais barato da Volkswagen

Volkswagen busca virar a página no Brasil com carros novos ou renovados, mas sempre baseados na plataforma MQB

Por Eduardo Passos
Atualizado em 6 dez 2022, 18h38 - Publicado em 13 dez 2021, 09h24

Para fãs de carros, como nós, é difícil não gostar da variedade de modelos, inclusive dentro de uma mesma marca. Esse privilégio, entretanto, está cada vez mais insustentável, e na Volkswagen a ordem da vez é unificar processos, economizar dinheiro e investir em famílias.

Assine a Quatro Rodas a partir de R$ 9,90

Uma delas é a elétrica ID., que logo terá o hatch e SUV ID.3 e ID.4, respectivamente, à venda no Brasil. A curto prazo, porém, a grande família da vez é mais simples, sendo baseada na plataforma MQB.

Graças à sua modularidade, a MQB permitirá uma grande renovação na linha mais barata da Volks. Dela sairão quatro modelos compactos até 2026, incluindo SUV, picape, hatch e sedã inéditos.

Eles substituirão clássicos como Gol e Voyage, que se tornaram inevitáveis vítimas da evolução tecnológica e estão cada vez mais ineficientes e inseguros para os padrões e as legislações atuais.

Polo Track 2023
Polo Track 2023 (Divulgação/Volkswagen)

O primeiro carro nascido a partir desta nova leva de investimentos será o inédito Polo Track, cujo lançamento era esperado ainda para 2021, mas ficou para 2023 – muito provavelmente graças à crise global de matérias-primas.

 

O Polo Track aproveitará sua adequação às normas de segurança brasileiras para substituir, quase de uma vez, Fox e Up! e será fabricado em Taubaté (SP). Ele não seguirá o estilo do Polo europeu, já reestilizado, mas o Track terá para-choques inéditos, linha de leds na grade frontal e, principalmente, preço “baixo”.

Continua após a publicidade
Polo Track
Apesar do nome, o novo carro não será um aventureiro (Divulgação/Quatro Rodas)

Entre aspas mesmo, pois a Volkswagen já assume a tendência global de encarecimento dos carros. “Deixaremos de vender carros para virarmos uma empresa de mobilidade”, já comunicou a montadora, dando dicas de que os próximos modelos serão pensados também para esquemas de assinatura e compartilhamento.

Apesar do nome, o Polo Track não tem nada de aventureiro ou esportivo, e a busca pelo preço baixo limitará à simplicidade seus adornos estéticos.

Continua após a publicidade

Ele terá o mesmo motor 1.0 de 84 cv da atual versão de entrada. Contudo, o antigo motor 1.0 TSI de 105 cv e 16,8 kgfm que era usado no Up TSI, com câmbio manual de cinco marchas, também é cogitado. O Polo está abandonando o motor 1.6 16V para sempre em busca de maior eficiência.

VW TAROK
Picape intermediária Tarok pode surgir da MQB (Divulgação/Quatro Rodas)

Só isso, entretanto, não fecha a conta, e o CEO da Volkswagen da América do Sul, Pablo Di Si, garante novidades profundas a ponto de considerarem o Polo Track um “carro novo”, fabricado com medidas inteligentes de contenção de custos.

O investimento dessa “nova Volkswagen”, como frisam os alemães, supera os R$ 7 bilhões e, obviamente, envolve outros segredos como a estreia de carros híbridos.

A princípio, espera-se eletrificação para modelos mais caros (como T-Cross e Taos), mas o Nivus e o futuro SUV caçula da montadora (ainda sem nome oficial, mas que pode ser batizado de Gol) no Brasil (também à base da MQB) são cogitados. O VW T-Cross 2023 será reestilizado e será lançado em janeiro.

O atraso do Polo Track em dois anos, porém, não interfere na programação do lançamento dos Polo 2023 e Virtus 2023 com reestilização e novos equipamentos de segurança e os novos logotipos da VW – com direito a novo volante. O lançamento será no quarto trimestre de 2022.

Não pode ir à banca comprar, mas não quer perder os conteúdos exclusivos da Quatro Rodas? Clique aqui e tenha o acesso digital

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Quatro Rodas impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 12,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.