Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Fiat Pulse e Fastback terão motores Firefly híbridos no Brasil

Atuais modelos da Fiat ganharão novos motores, com mais potência e até versões híbridas nos próximos anos

Por Eduardo Passos Atualizado em 5 jul 2022, 09h41 - Publicado em 5 jul 2022, 04h00

Quando o SUV cupê Fiat Fastback for lançado, nos próximos meses, a Stellantis encerrará um ciclo de renovação intensa, das marcas Fiat e Jeep. Nos últimos seis anos, a empresa atualizou, respectivamente, as linhas Strada e Toro, Renegade e Compass. Fiat Pulse e Jeep Commander foram lançados há pouco, mas também são frutos desse mesmo ciclo.

De agora em diante, porém, as duas marcas precisarão extrair o máximo deste catálogo, já que nos próximos anos a Stellantis investirá pesado em outras das suas cinco divisões (Citroën, Dodge, DS, Peugeot e Ram). O plano, para sustentar os portfólios de Fiat e Jeep, já está traçado e envolve híbridos leves e motores bem mais potentes.

Fiat Pulse 1.3 CVT
Fernando Pires/Quatro Rodas

Os primeiros híbridos nacionais da Fiat deverão chegar em 2024, quando Pulse e Fastback serão atualizados. A dupla será dois dos setes eletrificados que a Stellantis lançará no Brasil até 2025.

Continua após a publicidade

Ambos seguirão com os motores 1.0 e 1.3 turboflex, mas se tornarão híbridos leves graças ao sistema de 48V que é ligado ao virabrequim. Além de um desempenho mais ágil, a dupla ficará mais econômica e limpa para atender os limites legais de emissões.

Compartilhe essa matéria via:

 

É provável que o Pulse supere números como os do Kia Stonic, que em nosso teste fez, a gasolina, 16,1 km/l na estrada e 13 km/l na cidade. Portanto, o Fiat Pulse 1.0 turbo poderia chegar a 13 km/l na cidade e 17 km/l na estrada, com gasolina. Incremento superior a 15% em uma categoria onde isso é muito importante.

Fiat Fastback
Renato Aspromonte/Quatro Rodas

Isso porque o motor/gerador que substitui o alternador ligado ao virabrequim via correia dentada não apenas dá um fôlego extra quando o motor é exigido, mas também pode permitir desligá-lo em descidas, recuperar energia da frenagem e auxiliar sistemas que eventualmente roubam desempenho do carro.

Continua após a publicidade


Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Continue lendo, sem pisar no freio. Assine a QR.

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

Tudo sobre as novidades automobilísticas do Brasil e do exterior.


a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)

Impressa + Digital

Plano completo de QUATRO RODAS. Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Acesso ilimitado ao Site da QUATRO RODAS, com conteúdos exclusivos e atualizados diariamente.

Comparativo entre os principais modelos do mercado.

Tudo sobre as novidades automobilísticas do Brasil e do exterior.

Receba mensalmente a QUATRO RODAS impressa mais acesso imediato às edições digitais no App QUATRO RODAS, para celular e tablet.

a partir de R$ 12,90/mês