Clique e assine por apenas 5,90/mês

Programado para 2020, Volkswagen ID Crozz ganha segunda versão

Crossover elétrico terá dois motores, 306 cv e autonomia estimada em 500 km

Por Mateus Silveira - 11 set 2017, 19h53
Modele elétrico chega a partir de 2020 Divulgação/Volkswagen

Na véspera da abertura do Salão de Frankfurt à imprensa, a Volkswagen revelou uma atualização de design do conceito ID Crozz. A produção do crossover elétrico começará em 2020.

Em relação à primeira versão do conceito apresentada em abril, o Crozz teve atualização nos faróis, agora interligados por uma linha de LEDs que corta o logo da VW na dianteira.

ID Crozz terá autonomia de 500 km Divulgação/Volkswagen

O crossover foi apresentando com dois motores elétricos, um em cada eixo, totalizando 305 cv. A velocidade máxima é de 180 km/h e autonomia de até 500 km. A marca afirma que uma carga rápida de 30 minutos é capaz de recarregar 80% da bateria do veículo.

Teto bicolor e portas traseiras abertas de forma corrediça Divulgação/Volkswagen

Um dos destaques presente no conceito é a pintura bicolor, cada vez mais comum entre SUVs como Nissan Kicks Renault Captur e o EcoSport europeu. Na traseira, a tampa do porta-malas tem a mesma cor do teto. As lanternas seguem o estilo da dianteira, com um filete integrado.

Tampa traseira bicolor surpreende, mas não sabemos se a versão de produção chegará dessa forma Divulgação/Volkswagen

As portas traseiras seguem sendo abertas de forma corrediça – um tanto incomum em veículos desse segmento – enquanto as dianteiras continuam de forma tradicional. Com a ausência da coluna B, o interior ganhou mais espaço.

Cabine ganha espaço com ausência da coluna B Divulgação/Volkswagen

A família ID faz parte da estratégia de eletrificação da marca chamada “Roadmap E”. Além da versão de produção do ID Crozz, a VW prepara um hatchback baseado no Golf, também para 2020. A terceira integrante da família chegará apenas em 2022, a ID Buzz, sucessora da Kombi.

Família ID da Volkswagen totalmente elétrica Divulgação/Volkswagen

A Volkswagen planeja investir seis bilhões de euros em mobilidade elétrica nos próximos anos para renovar toda sua gama. A meta até 2025 é ter 50 modelos puramente elétricos e 30 híbridos plug-in entre todas as marcas do grupo.

Para 2030, o Grupo VW espera que todos os carros tenham ao menos uma versão elétrica. No médio prazo, a ideia dos alemães é assumir a liderança mundial nas vendas desse segmento.

Continua após a publicidade
Publicidade