VW Passat fica mais barato e tem rádio com comandos por gestos

Sedã passa a custar R$164.620 e chega com central multimídia igual a do novo Golf

A baixa aceitação no mercado contribui para a redução de preço na linha 2018 A baixa aceitação no mercado contribui para a redução de preço na linha 2018

A baixa aceitação no mercado contribui para a redução de preço na linha 2018 (Divulgação/Volkswagen)

A Volkswagen abaixou o preço do Passat no Brasil. A versão Highline, que custava anteriormente R$ 178.310, parte agora dos R$ 164.620 – redução de R$ 13.510. Desde ano passado o sedã é vendido em versão única.

A diminuição no preço foi feita com a chegada da linha 2018, que estreia nova versão da central multimídia Navi System.

A tela do sistema multimídia é um pouco maior A tela do sistema multimídia é um pouco maior e eliminou os botões físicos

A tela do sistema multimídia é um pouco maior e eliminou os botões físicos (Divulgação/Quatro Rodas)

Mantém o DVD-Player, tela touchscreen de 9,2 polegadas, HD interno de 60 GB e integração com Android Auto e Apple Carplay, mas agora pode ser comandada por gestos, como no novo Golf.

Para mudar de música, por exemplo, basta passar a mão na frente da tela. Não é necessário tocar nela. Veja o funcionamento no vídeo abaixo:

Esses comandos, no entanto, funcionam em redundância com os comandos tradicionais no volante.

Com teto solar, o único opcional disponível, o preço do Passat salta para R$ 169.990. Isso sem contar a pintura, que custa R$ 1.750 para cores metálicas e R$ 2.500 para as perolizadas. Apenas o branco sólido é gratuito.

A linha 2018 acrescentou apenas a nova central multimídia, porém o sedã já era bem completo: são seis airbags, detector de fadiga, controle automático de distância, velocidade e frenagem automática (ACC), controles eletrônicos de tração e estabilidade, bloqueio eletrônico do diferencial, sensores de estacionamento dianteiro e traseiro e faróis de led com assistente dinâmico de farol alto.

A versão 2018 não teve nenhuma alteração estética no visual externo A versão 2018 não teve nenhuma alteração estética no visual externo

A versão 2018 não teve nenhuma alteração estética no visual externo (Divulgação/Volkswagen)

Segundo dados da Fenabrave, o Passat teve 545 unidades emplacadas em 2017. Número inferior ao do Ford Fusion, seu principal concorrente, que emplacou no mesmo ano 4.401 unidades.

Os executivos da marca acreditam que a redução no preço provocará um aumento imediato nas vendas do sedã topo de linha da VW.

A redução pode ter efeito positivo: até fevereiro deste ano o VW emplacou 166 unidades, cerca de 30% da quantidade do ano passado.

O Passat vendeu durante todo o ano de 2017 pouco mais de 500 unidades O Passat vendeu durante todo o ano de 2017 pouco mais de 500 unidades

O Passat vendeu durante todo o ano de 2017 pouco mais de 500 unidades (Divulgação/Volkswagen)

Essa redução vai de encontro ao aumento nos valores de automóveis no começo deste ano. O Novo Polo, por exemplo, teve um salto de R$ 2.570 no valor.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s