Clique e Assine QAUTRO RODAS por R$ 9,90/mês
Continua após publicidade

VW investe R$ 9 bi para ter SUV, picape e mais 16 lançamentos até 2028

Aporte complementa ciclo de investimento que começou em 2020 e prevê plataforma MQB Hybrid, motor híbrido nacional e SUV popular nacional

Por Eduardo Passos
Atualizado em 2 fev 2024, 00h02 - Publicado em 1 fev 2024, 22h23

Há alguns meses especula-se um novo investimento da Volkswagen no Brasil. Pois esse investimento será de R$ 16 bilhões, considerando o período de 2020 a 2028. A ideia dos alemães é renovar o catálogo com quatro carros nacionais inéditos e carros híbridos flex.

Não é um investimento retroativo. A VW havia anunciado um investimento de R$ 7 bilhões até 2026 para o lançamento de 15 novos carros. Destes, 11 já foram lançados. Agora anunciam um investimento adicional de R$ 9 bilhões e estendem esse ciclo de investimento até 2028, adicionando ao cronograma de lançamento original mais 12 carros. 

Até 2028, serão 18 produtos novos, incluindo facelifts e importações. O planejamento ainda inclui a produção local da plataforma MQB Hybrid e a fabricação local de um motor pronto para ser eletrificado. Esse é o tamanho do investimento – e do trabalho – que a VW terá no país nos próximos quatro anos.

Quais serão os novos carros da Volkswagen?

A Volkswagen já antecipou que suas fábricas da espalhadas pelo Sudeste produzirão quatro modelos inéditos, adaptados às necessidades do mercado nacional. Nessa conta, os outros 14 modelos serão atualizações, novas versões, carros importados ou carros elétricos – também importados.

Fábrica Volkswagen
Fábrica de Taubaté receberá a produção do SUV mais barato da Volkswagen (Divulgação/Volkswagen)

Um dos carros inéditos será fabricado em Taubaté (SP), confirmou a marca, que reforçou ser um carro com desenvolvimento local. Será o “SUV do Gol”, um SUV compacto popular que seria posicionado abaixo de Nivus e T-Cross — entre R$ 110.000 e R$ 120.000, sem estimar a inflação até seu lançamento.

Continua após a publicidade

O carro, inclusive, foi anunciado pela prefeitura local, em post curioso no Instagram com detalhes que não foram endossados pela VW: seria o novo Gol. O lançamento seria em 2025.

Tarok
Volkswagen Tarok (Divulgação/Volkswagen)

Uma picape inédita, também, confirmada oficialmente, nascerá em São José dos Pinhais (PR). O conceito Tarok, mostrado em 2018, dá algumas pistas do que haverá na rival de Chevrolet Montana e Fiat Toro, que deve oferecer tração integral e versões híbridas leves ou plenas. A nova Amarok continua com produção garantida na Argentina e está na conta dos 18 lançamentos.

Por fim, a fábrica de São Bernardo do Campo (SP) fará dois carros, que são mais misteriosos. A VW garante que são modelos “inéditos”, afastando a ideia, por exemplo, da reestilização do Nivus. Mas não sinalizou que tratam-se de carros concebidos no Brasil, podendo ser algum modelo de presença global. 

Fábrica Volkswagen
Fábrica da Anchieta terá dois modelos inéditos, mas globais (Divulgação/Volkswagen)

Todos trarão uma versão inédita da plataforma MQB, amplamente utilizada pelo grupo. Chamada de MQB Hybrid, essa plataforma tem arquitetura eletrônica mais desenvolvida prevendo o sistema híbrido, com chances até de ser híbrido plug-in, além de melhorias nos sistemas de automação e segurança veicular (ADAS) e maior opção de conectividade.

Continua após a publicidade

Carros com essa plataforma também poderão ser maiores que os atuais e a presença do sistema híbrido também antecipa o uso de um novo câmbio, possivelmente um automatizado de dupla embreagem. Na Europa, usam o DSG200, com sete marchas. O automático de seis marchas atual não será usado pelos Volkswagen híbridos nacionais.

O novo motor a combustão do conjunto será fabricado em São Carlos (SP). O propulsor não foi detalhado, mas sabemos, através do sindicato local, que será o 1.5 eTSI híbrido flex, que teria tecnologias como turbo de geometria variável e desativação de cilindros como o modelo europeu, sucedendo o 1.4 TSI usado por T-Cross, Virtus, Polo e Taos. 

Motor 1.5 eTSI híbrido leve já é usado em carros médios na Europa, como Golf e Passat
Motor 1.5 eTSI híbrido leve já é usado em carros médios na Europa, como Golf e Passat (Divulgaçaõ/Volkswagen)

A renovação custa caro e, só nos próximos anos, a Volkswagen investirá R$ 7 bilhões na América Latina; de 2026 a 2028 serão R$ 9 bilhões adicionais. Ainda que o dinheiro não tenha começado a girar de fato, a alemã afirma ser a montadora que mais anunciou investimentos no Brasil pós-pandemia.

Quais carros a Volkswagen já lançou?

Este ciclo de investimentos começou com o anúncio de R$ 7 bilhões em novembro de 2021. Desde então a Volkswagen reestilizou o Jetta GLI, o Polo, mas também considera como lançamentos os Polo GTS, Virtus reestilizado, Polo 1st Edition, Polo Track, T-Cross The Town, Saveiro 2024, Tiguan Allspace R-Line e os  elétricos ID.4 e ID. Buzz. Mas não considera o Gol Last Edition.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Quatro Rodas impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 14,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.