Clique e assine por apenas 8,90/mês

Viva a concorrência: Compass baixa preço do Tiguan para R$ 99.990

Para encarar o Jeep, líder do segmento, VW dá desconto de R$ 28.280 no SUV (2016/17); compacto deve ser substituído em 2018 por modelo ainda não definido

Por Vitor Matsubara - Atualizado em 3 nov 2017, 11h49 - Publicado em 2 nov 2017, 14h56
O Tiguan foi lançado em 2009 e pouco mudou desde então Volkswagen/Divulgação

A Volkswagen está dando um generoso desconto no Tiguan. Embora o utilitário esportivo seja oferecido por R$ 128.270 sem opcionais, algumas revendas o vendem por R$ 102.990. Com um pouco mais de pesquisa é possível encontrar unidades 2016/2017 por R$ 99.990.

Esses valores foram os menores encontrados por QUATRO RODAS em uma pesquisa com revendedores na cidade de São Paulo e no interior do estado. Ofertas semelhantes já haviam sido encontradas pelo jornal Gazeta do Povo no Paraná.

Lojas como a Sorana anunciam o Tiguan a R$ 99.990 Reprodução/Internet

A redução de preços (anunciada como valor promocional) é uma tentativa de tomar vendas do Jeep Compass. Atual líder do segmento de SUVs, o modelo parte de R$ 107.990 na versão Sport 2.0 Tigershark, de 166 cv.

Unidades 2016/2017 podem ser compradas por R$ 99.990 Divulgação/Volkswagen

Algumas concessionárias de SP também oferecem o modelo com o pacote opcional Elegance (que inclui itens como central multimídia Discover Media, partida do motor sem chave, câmera de ré, sensores de chuva e de luminosidade, ar-condicionado digital bizona, espelho retrovisor interno fotocrômico, rodas de liga leve aro 18 e volante multifuncional revestido em couro) por R$ 108.900 – o valor normal sugerido pela VW é de R$ 134.307.

Se equipado com o pacote Elegance (R$ 6.037) e o teto solar elétrico (R$ 7.025), o utilitário esportivo sairia por R$ 141.332. Entretanto, o SUV pode ser encontrado na rede de concessionárias por R$ 114.990.

Interior poderia ter materiais de qualidade superior; bancos são sempre revestidos de tecido Divulgação/Volkswagen

Atualmente, o Tiguan é vendido em versão única com motor 1.4 TSI de 150 cv, associado à transmissão automatizada de dupla embreagem DSG – o modelo 2.0 TSI com câmbio Tiptronic foi descontinuado.

Continua após a publicidade

Além de deixá-lo mais competitivo diante da concorrência, os novos valores também ajudam a desovar o estoque das concessionárias.

Tiguan é vendido em versão única com motorização 1.4 TSI, com 150 cv Volkswagen/Divulgação

Isso porque a VW prepara para 2018 o lançamento da nova geração do Tiguan, que será vendido apenas na versão de sete lugares Allspace – antes prevista para este ano, sua chegada foi adiada pela marca alemã.

Segunda geração do Tiguan foi revelada na Europa em 2016 divulgação/Volkswagen

A VW ainda não definiu qual modelo preencherá a lacuna deixada abaixo do Tiguan Allspace e acima do futuro T-Cross, este último com produção definida para São Bernardo do Campo (SP).

Rumores indicam que o escolhido seria o T-Roc (abaixo), utilitário esportivo baseado no VW Golf e que pode ser fabricado no México – facilitando, assim, sua importação para o Brasil devido ao acordo comercial firmado com aquele país.

O T-Roc pode ser fabricado no México, facilitando sua vinda para o Brasil Divulgação/Volkswagen

Outra saída seria um inédito SUV médio voltado para países emergentes. O projeto seria baseado no Skoda Karoq, modelo com porte semelhante ao Jeep Compass. Sua produção seria na Argentina e até o nome já estaria definido: Tharu.

O Skoda Karoq serviria de base para o projeto de inédito SUV médio da VW Skoda/Divulgação

Questionada pela imprensa especializada, a VW não confirma nem desmente nenhuma das possibilidades. Por enquanto, a fabricante apenas confirmou o lançamento de 20 modelos até 2020, sendo três deles do segmento de SUVs.

Continua após a publicidade
Publicidade