Toyota Raize (ou Daihatsu Rocky, se preferir) já está registrado no Brasil

Futuro SUV compacto nacional deverá chegar às concessionárias apenas em 2021 e será feito em Sorocaba (SP)

Raize exibe grade hexagonal com o logo na parte superior da dianteira

Raize exibe grade hexagonal com o logo na parte superior da dianteira (Reprodução/Internet)

O Toyota Raize está cotado para ser feito no Brasil e, por coincidência ou não, algumas peças do SUV – que também é vendido em outros países como Daihatsu Rocky – já foram registradas pela empresa no INPI (Instituto Nacional da Propriedade Industrial).

Por enquanto, as imagens estão com código de patente japonês, o que pode indicar que o registro é mera formalidade ou que ainda haverá mudanças em relação à versão nacional. Mas, pelas imagens, já dá para ver os faróis de leds e o para-choque frontal.

Toyota Raize tem as linhas do Daihatsu Rocky e a frente do RAV4

Toyota Raize tem as linhas do Daihatsu Rocky e a frente do RAV4 (Reprodução/Internet)

Apresentado durante o Salão do Automóvel de Tóquio, no Japão, há cerca de seis meses, o modelo foi desenvolvido sobre uma plataforma específica para mercados emergentes, DNGA, que é uma versão simplificada da TNGA utilizada pelo nosso Corolla.

Para-choque dianteiro já está registrado no Brasil

Para-choque dianteiro já está registrado no Brasil (INPI/Reprodução)

Para o mercado japonês, o SUV compacto terá 3,99 m de comprimento; 1,69 m de largura e 1,62 de largura. Mas, por conta da estrutura modular, é possível que o entre-eixos aumente caso o Raize seja feito por aqui, a exemplo do Volkswagen T-Cross.

Faróis patenteados no Inpi têm iluminação por leds

Faróis patenteados no Inpi têm iluminação por leds (INPI/Reprodução)

Na apresentação, o Toyota (ou Daihatsu) foi anunciado apenas com motor 3-cilindros 1.0 com 98 cv de potência e sempre associado ao câmbio automático CVT. Mas, como não existe essa opção por aqui, o modelo poderia ter os 1.3 e 1.5 de Etios e Yaris.

Vale lembrar que o fabricante anunciou investimentos de R$ 1 bilhão para a produção de um novo modelo na fábrica de Sorocaba (SP) no fim do ano passado. Com isso, é provável que o SUV Raize chegue às concessionárias brasileiras somente em 2021.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s