Clique e assine por apenas 8,90/mês

Toyota confirma híbrido flex e estuda redução de preço do Prius

Marca iniciou testes com modelo bimotor movido também a etanol enquanto aguarda nova redução no IPI

Por Rodrigo Ribeiro - Atualizado em 26 jan 2018, 16h26 - Publicado em 26 jan 2018, 11h31
Mecânica híbrida do Toyota Prius
Motor a combustão da mecânica híbrida poderá rodar com gasolina ou etanol divulgação/Toyota

A Toyota confirmou na última terça-feira (23) que faz testes com um modelo híbrido flex no Brasil. Apesar de não ter revelado o nome do veículo, é certo que se trata do Prius, mais vendido de sua categoria no País e no mundo.

O anúncio ocorreu na cerimônia de celebração dos 60 anos da marca no Brasil. Na ocasião, executivos também comentaram sobre a provável redução do IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados) dos modelos híbridos e elétricos.

A expectativa é que a taxa seja reduzida para 7%. Se for repassada integralmente ao consumidor, isso pode refletir em uma redução de R$ 8 mil no preço do Prius – atualmente tabelado em R$ 126 mil.

Sobre a versão flex do modelo, ela seria o primeiro passo antes da produção local de um Toyota híbrido no Brasil. O CEO da Toyota para a América Latina e Caribe, Steve St. Angelo, não esconde seu desejo de montar o Prius na recém-renovada fábrica de São Bernardo do Campo (SP).

Continua após a publicidade

Linha curva do teto faz o estilo SUV cupê

Contudo, existe a possibilidade do pioneirismo ficar a cargo do novo Corolla, cuja nova geração incluirá ao menos uma versão híbrida. O SUV CH-R também é candidato a dispor de uma versão híbrida para o Brasil.

Prius e CH-R já compartilham a mesma plataforma modular, chamada de TNGA, e os mesmos componentes mecânicos e elétricos. A próxima geração do Corolla deve seguir pelo mesmo caminho, facilitando a cadeia de produção dos modelos.

Yaris mais perto

No mesmo evento a Toyota confirmou a produção do novo Yaris no Brasil. O compacto começará a ser fabricado no País em junho, mas a marca não detalhou quando ocorrerá o início das vendas nem as especificações mecânicas do modelo.

Publicidade