Clique e assine por apenas 8,90/mês
Notícias

Top Ten: os pioneiros da segurança

FREIOS ABS

Inventado pelo francês Gabriel Voisin em 1929 para os aviões, o sistema de frenagem antitravamento foi usado pela primeira vez em um carro no inglês Jensen FF (Interceptor), em 1966. Mas só a partir de 1978 o recurso foi difundido, no Mercedes Classe S.

ESPELHO RETROVISOR

Continua após a publicidade

Na primeira 500 Milhas de Indianápolis, em 1911, Ray Harroun dirigiria seu Marmon Wasp sem o usual copiloto. Assim, instalou um espelho à sua frente e venceu a prova. A patente viria em 1921, por outro americano.

AIRBAG

A bolsa de ar foi patenteada em 1951 por John W. Hetrick, mas utilizada só em 1973 nos Buick, Oldsmobile e Cadillac. Coube à Mercedes difundir o airbag, no Classe S em 1981. Em 1994, viria o lateral, no Volvo 850.

CINTO DE SEGURANÇA

Continua após a publicidade

Sua criação data do final do século 19, mas ninguém deu muita bola, pois não se pensava em segurança. Ele voltaria só em 1949, instalado nos Nash. Já o cinto de três pontos estrearia no Volvo PV544, em 1959.

DETECTOR DE PONTO CEGO

Em 2007, o Volvo S80 lançou o Blind Spot Information System (BLIS), que avisa o motorista, via sensores instalados nos para-lamas e para-choques, se há veículos ou objetos em pontos cegos do espelho.

AVISO DE MUDANÇA DE FAIXA

Continua após a publicidade

O sedã de luxo japonês Nissan Cima, vendido pela Infiniti com o nome de Q45, estreou o aviso de mudança de faixa LDW (Lane Departure Warning System) a partir da segunda geração (F50) de 2001 e 2010.

FAROL

Os primeiros veículos tinham lâmpadas a óleo para iluminar. Até que em 1899 o carro elétrico da americana Columbia adotou o farol. Mas o sensível filamento queimava logo, o que limitou o uso em larga escala.

ABSORÇÃO DE IMPACTOS

Continua após a publicidade

De novo um Mercedes: o Fintail (W111) trouxe, em 1960, os primeiros recursos de carroceria deformável. As partes dianteira e traseira eram mais maleáveis para dissipar a energia das colisões.

LIMPADOR DE PARA-BRISA

Ele foi idealizado em 1903 pela americana Mary Anderson, que teve a ideia após ver em Nova York um condutor, sob a neve, colocando a cabeça para fora do bonde. Acabou sendo adotado no Ford T em 1908.

CONTROLE DE ESTABILIDADE

Continua após a publicidade

Conhecido como ESP (Electronic Stability Program), uma versão rudimentar equipou em 1983 o Toyota Crown. A versão como conhecemos hoje chegou às ruas apenas em 1995, com o Mercedes S 600 Coupé.