Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Segredo: próximo Chevrolet Prisma já roda com carroceria definitiva

Terceira geração do sedã chega no ano que vem com plataforma e motores inéditos

Por Rodrigo Ribeiro 22 jun 2018, 18h57
O novo Prisma ficará e terá motores turbo Ricardo Costa/Quatro Rodas

Dois atentos leitores de QUATRO RODAS já flagraram o novo Chevrolet Prisma, que circula pelo Brasil com camuflagem parcial e carroceria definitiva.

Os flagras foram feitos por Guilherme Soliguetti e Ricardo Costa no estado de São Paulo.

Apesar da cobertura na dianteira e traseira, é possível visualizar as principais linhas do próximo sedã compacto da marca.

As lanternas serão bipartidas e o sensor de ré usará somente três sonares Ricardo Costa/Quatro Rodas

De “compacto”, porém, o novo Prisma não terá quase nada.

Segundo o jornalista Marlos Ney Vidal, do site Autos Segredos, a próxima geração do sedã terá o entre-eixos ampliado dos atuais 2,52 m para cerca de 2,60 m.

A inédita plataforma GEM permitirá modelos maiores e dará origem a dois SUVs Guilherme Soliguetti/Quatro Rodas

As alterações são possíveis por conta da troca da plataforma. Sai a GSV, usada de Onix até o Spin, e entra a global GEM.

Continua após a publicidade
Uma cobertura no vidro traseiro esconde a vigia Guilherme Soliguetti/Quatro Rodas

Ainda segundo Vidal, a carroceria também será alongada para a faixa dos 4,40 m, o que tornaria o novo Prisma maior do que o Renault Logan e Fiat Cronos.

A enorme grade do radiador será uma das principais marcas dos próximos modelos da Chevrolet Guilherme Soliguetti/Quatro Rodas

O novo Prisma irá usar a nova família de motores de três cilindros aspirado e turbo, repetindo a estratégia que a Fiat adotará em seus modelos.

Os protótipos flagrados tinham faróis e lanternas provisórios, mas o nicho onde eles foram posicionados permite ter uma ideia do visual que o modelo terá.

  • Na dianteira os faróis serão afilados, com a grade do radiador ampliada até o limite de cada peça.

    A traseira passará a usar lanternas bipartidas, como no Cobalt (que também irá crescer em sua próxima geração).

    A previsão é que o novo Prisma chegue ao mercado no final de 2019, já como linha 2020.

    Continua após a publicidade
    Publicidade