Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Segredo: novo VW Polo é flagrado sem disfarces na África do Sul

Nova geração do compacto deve chegar ao Brasil como a nova geração do Gol

Por Henrique Rodriguez Atualizado em 17 mar 2017, 13h38 - Publicado em 17 mar 2017, 13h05
Reprodução/ cars.co.za/Quatro Rodas

Uma semana depois de ter sido revelada em desenho no Salão de Genebra, a nova geração do Volkswagen Polo foi flagrada pronta e sem qualquer camuflagem na África do Sul. As imagens são do site Cars.co.za.

O início das vendas do novo Polo na Europa está marcado apenas para o Salão de Frankfurt, em setembro. Mas sua apresentação mundial deverá acontecer em junho, quando começa a produção dos pré-série terá início tanto na Europa quanto na fábrica da Volks na África do Sul.

Reprodução/ cars.co.za/Quatro Rodas

Os faróis estão mais integrados à grade e o capô mais longo (com uma extensão na grade parecida com a vista no novo sedã-cupê Arteon) aproxima o Polo do Golf. A lateral dianteira traz um vinco duplo entre os faróis e a base do para-brisa. Abaixo do retrovisor começa outra faixa vincada e ascendente, que marca a linha de cintura até as lanternas traseiras.

A traseira mantém as lanternas com formato hexagonal e interligadas por um vinco (como no Gol). A propósito, a borda superior dos dois para-choques também é vincada, dando a impressão do carro ser mais mais largo. 

Desenho do novo VW Polo mostrado durante coletiva no Salão de Genebra Reprodução/Quatro Rodas

O novo Polo terá dimensões maiores que aquele vendido hoje na Europa. Fala-se em comprimento 20 cm maior, o que o levaria dos 3,97 m para os 4,17 m de comprimento. Parte disso se deve ao uso da nova plataforma MQB A0, estreada pelo novo Seat Ibiza e que será compartilhada com a nova geração do Audi A1. Ela proporcionaria redução de peso na ordem dos 70 kg.

Continua após a publicidade

Lá fora, os motores cogitados para o modelos são o 1.0 TSI em vários níveis de potência e o novo 1.5 com sistema de desativação de cilindros. Por aqui, além do 1.0 TSI, podemos esperar um aproveitamento do 1.0 MPI aspirado de três cilindros e do 1.6 aspirado de quatro cilindros.

Fontes ouvidas por QUATRO RODAS confirmam o que já informamos antes: o novo Polo será lançado (provavelmente com algumas simplificações) no Brasil como Gol, não como Polo, sinalizando um maior refinamento na nova geração do antigo campeão de vendas.

Dessa forma, o Gol acabaria assumindo o lugar do Fox, já descontinuado na Europa, abrindo espaço para o Up! no segmento inferior – e cumprindo a meta divulada pelo presidente da marca no Brasil, de que o valor médio dos VW vendidos no país iria aumentar, num processo gradual de sofisticação do portfólio.

A mesma plataforma do Polo europeu dará origem a dois novos sedãs: primeiro vem o Virtus, um sedã intermediário entre Voyage e Jetta, exclusivo para o Brasil, onde irá concorrer com modelos como o Chevrolet Cobalt e Honda City. O novo Voyage, um pouco menor (aproveitando a modularidade da plataforma MQB) e mais simples, deve vir depois.

Esboço foi exibido durante a apresentação do Arteon em Genebra
Esboço do Virtus foi exibido durante a apresentação do Arteon em Genebra Reprodução

Previsto para 2018 está o inédito SUV compacto da marca, o T-Cross, e a picape média intermediária entre a Saveiro e a Amarok. Em Genebra, também foi confirmada a produção do SUV com perfil de cupê T-Roc, apresentado como conceito em 2014.

  • Continua após a publicidade
    Publicidade