Clique e assine por apenas 6,90/mês

Revenda da Audi é criticada ao comparar mulher a carro usado

Deslize ocorreu em vídeo com comercial da loja. Segundo a montadora, o anúncio não está mais sendo reproduzido no país

Por Mateus Silveira - 20 jul 2017, 16h27
Anúncio chinês se passa em cerimônia de casamento Captura de Tela/Youtube

Uma revendedora de carros usados da Audi foi alvo de críticas nas redes sociais. Nesta semana, uma propaganda divulgada pela empresa compara a escolha de veículos seminovos com uma mulher.

O caso aconteceu na China e provocou polêmica virtual naquele país. Os chineses afirmaram que o anúncio era sexista.

O vídeo tem pouco mais de 30 segundos. Nas cenas, a mãe do noivo interrompe uma cerimônia de casamento para avaliar a noiva. Após examinar nariz, orelha e boca, a sogra dá a permissão ao casal.

Em seguida o narrador diz: “Uma decisão importante deve ser feita com muito cuidado. Apenas com certificado oficial você pode ter certeza”.

Continua após a publicidade

Centenas de chineses utilizaram o Weibo e o WeChat – redes sociais chinesas que se assemelham ao Twitter e WhatsApp – para protestar contra a marca, comparando o conteúdo do anúncio com a forma de se negociar gado e até ameaçando boicotar a marca no país.

A Audi informou nesta quarta-feira (19) que a propaganda foi feita apenas para o mercado chinês e já foi removida.

Segundo o South China Morning Post, além do pedido de desculpas a montadora disse: “A percepção do anúncio que foi feita por muitas pessoas não corresponde aos valores da nossa empresa. O departamento responsável irá investigar para que não ocorra incidentes como este no futuro”.

Publicidade