Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Renault oficializa o fim do Sandero R.S. com kit de despedida

Apesar dos itens exclusivos, as últimas 100 unidades produzidas e entregues manterão o visual e a mecânica que consagraram o R.S.

Por Guilherme Fontana Atualizado em 22 dez 2021, 19h58 - Publicado em 22 dez 2021, 11h17

Após seis anos e mais de 4.600 unidades produzidas, a Renault oficializou o fim do Sandero R.S. Para marcar a despedida, as 100 últimas unidades do esportivo serão acompanhadas do kit R.S. Finale, com produtos voltados aos fãs do modelo, além de uma plaqueta numerada. Ele é mais uma vítima das novas regras de emissões do Proconve.

Mais barato que gasolina! Assine a Quatro Rodas a partir de R$ 6,90

O pacote inclui boné, chaveiro, squeeze e carteira com a temática R.S., além de um pôster no estilo blueprint (algo como um desenho técnico). Segundo a Renault, a plaqueta numerada será entregue para ser afixada no console central. A Renault não divulgou se as últimas unidades terão alguma diferença no preço. Atualmente, o R.S. é oferecido por R$ 99.290.

sandero rs
Plaqueta numerada tem formato específico para ser afixada no console central Divulgação/Renault

“O Sandero R.S. 2.0 é um carro emblemático para a Renault do Brasil e possui uma legião de fãs apaixonados pelo modelo. Por isso, preparamos uma despedida especial para encerrar o ciclo de produção do esportivo”, diz Bruno Hohmann, vice-presidente comercial da Renault do Brasil. 

Continua após a publicidade

Apesar do kit, os últimos R.S. seguirão com a mesma receita de sucesso no visual e na mecânica. Para se diferenciar, o esportivo tem para-choques próprios (embora a série S Edition tenha herdado os dianteiros), rodas de 17 polegas com pneus Michelin Pilot Sport 4, lanternas escurecidas e faixas laterais. O interior tem acabamentos e bancos com padronagens exclusivos.

Compartilhe essa matéria via:
Kit Sandero RS
Kir R.S. Finale tem pôster em blueprint, squeeze, boné, chaveiro e carteira, todos com temática R.S. Divulgação/Renault

O conjunto mecânico segue combinando o motor 2.0 ao câmbio manual de seis marchas. Aspirado e flex, o motor entrega até 150 cv de potência e 20,9 kgfm, prometendo a velocidade máxima de 202 km/h. Nos últimos testes feitos por QUATRO RODAS, o hatch foi de 0 a 100 km/h em 10,1 segundos – abastecido com gasolina.

Não pode ir à banca comprar, mas não quer perder os conteúdos exclusivos da Quatro Rodas? Clique aqui e tenha o acesso digital

capa
Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Continue lendo, sem pisar no freio. Assine a QR.

Impressa + Digital

Plano completo da QUATRO RODAS! Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Acesso ilimitado ao Site da QUATRO RODAS, com conteúdos exclusivos e atualizados diariamente.

Comparativo entre os principais modelos do mercado.

Tudo sobre as novidades automobilísticas do Brasil e do exterior.

Receba mensalmente a QUATRO RODAS impressa mais acesso imediato às edições digitais no App QUATRO RODAS, para celular e tablet.

a partir de R$ 14,90/mês

ou

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

Acesso ilimitado ao Site da QUATRO RODAS, com conteúdos exclusivos e atualizados diariamente.

Comparativo entre os principais modelos do mercado.

Tudo sobre as novidades automobilísticas do Brasil e do exterior.

App QUATRO RODAS para celular e tablet, atualizado mensalmente.

a partir de R$ 9,90/mês