Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Renault Sport chega ao fim e Alpine assume a divisão esportiva da marca

A nova responsável pelos carros esportivos do Grupo Renault promete apresentar modelos "inovadores, autênticos e exclusivos"

Por Guilherme Fontana Atualizado em 11 Maio 2021, 19h56 - Publicado em 11 Maio 2021, 19h31
Renault Sandero R.S.
Renault Sandero R.S. Divulgação/Renault

Chegou ao fim a jornada de 45 anos da Renault Sport no mundo. Desde o dia 1º de maio, as operações dedicadas ao desenvolvimento de modelos esportivos do Grupo Renault passaram para as mãos da Alpine. Para a empresa, a mudança agregará ainda mais valor aos esportivos do grupo, mas ainda não deu pistas sobre novos produtos.

Clique aqui e assine Quatro Rodas por apenas R$ 8,90

Fundada em 1976, a Renault Sport foi responsável por modelos icônicos, como R5 Turbo, Clio V6 e Mégane RS Trophy. No Brasil, a única visita da divisão foi pelo Sandero R.S., primeiro modelo feito pela marca fora da França e que não é vendido por lá. A Renault garante, porém, que toda rede e todos os proprietários de RS pelo mundo continuarão tendo o suporte necessário, mas agora pela Alpine, fundada em 1955.

  • Mégane R.S.
    Mégane R.S. Renault/Divulgação

    A Alpine tem como objetivo ser uma marca esportiva premium na vanguarda da inovação e tecnologia. A Alpine Cars, com sua expertise e experiência em veículos esportivos, é um cartão-mestre para alcançar nossos objetivos”, disse o CEO da nova divisão, Laurent Rossi. A sede da Alpine será exatamente onde era a da Renault Sport, em Les Ulis, na França.

    Para o diretor de engenharia e desempenho de produtos da Alpine, Robert Bonetto, os modelos “embarcam em uma nova dinâmica, rica em projetos realizados com o apoio das equipes Alpine Racing”. Ele completou dizendo que é um momento “extremamente emocionante” para os engenheiros da empresa. 

    Alpine A110
    Alpine A110 Divulgação/Renault

    Ainda não há nenhuma pista sobre os próximos produtos da nova divisão, mas a marca tem focado em planos de uma gama 100% elétrica e promete carros esportivos “inovadores, autênticos e exclusivos”. O A110, apresentado em 2017 e uma releitura do modelo dos anos de 1960, já dava indícios de que o nome Alpine voltaria aos holofotes.

    Entre os executivos, além do CEO Laurent Rossi, a marca tem nomes como Cédric Journel como vice-presidente de vendas e marketing, e membro do comitê de gestão, François Pierrard como diretor de estratégia e desenvolvimentos de negócios, e membro do comitê de gestão, e David Gendry como diretor de marketing e comunicação.

    Não pode ir à banca comprar, mas não quer perder os conteúdos exclusivos da Quatro Rodas? Clique aqui e tenha o acesso digital.

    Capa Quatro Rodas Abril

    Continua após a publicidade
    Publicidade