Clique e assine com até 75% de desconto

Renault inicia pré-venda do Captur a partir da semana que vem

Marca planeja lançar três SUVs em 2017. Utilitário maior que o Duster é o primeiro da fila

Por Redação Quatro Rodas Atualizado em 17 dez 2018, 15h50 - Publicado em 8 nov 2016, 19h37
Renault Captur

A Renault só fala de SUV – e em 2017 irá concentrar suas forças nesse segmento. O Captur puxa a fila de lançamentos, com pré-venda iniciando semana que vem para um lote inicial de 900 unidades, com preços estimados entre R$ 80.000 e R$ 95.000.

https://www.youtube.com/watch?v=rOqhtOopCeM

 

Os compradores que reservarem o utilitário ainda em novembro serão os primeiros a receber o modelo. E isso ocorrerá em fevereiro do ano que vem.

LEIA MAIS

>> Renault Koleos: luxo francês para emergentes

>> Kia Sportage x Hyundai ix35: o ótimo e o muito bom

>> Comparativo: Nissan Kicks enfrenta os rivais

Com porte semelhante ao do Renegade, HR-V e Kicks, o Captur brasileiro é diferente do europeu – nem compartilha a mesma plataforma, que no Brasil será a do Duster. Menos sofisticado e dotado de menos equipamentos, virá de série com controle de estabilidade, auxiliar de rampa e chave em formato de cartão.

Continua após a publicidade
Renault Captur

A gama de versões contará com os motores 1.6 SCe de 120 cavalos (com opção de câmbio manual ou CVT) ou o 2.0 16V (148 cv) conectado a uma caixa automática.

Renault Captur

A produção já foi iniciada em São José dos Pinhais, no Paraná, com motor 2.0 e transmissão automática. No momento, a montadora irá privilegiar as vendas da versão Intense com bancos de couro. Em 2017, os compradores também poderão optar pelo teto de cor diferente da carroceria.

Renault Captur

O Captur será posicionado entre o Duster e o Koleos (maior SUV da marca à venda no país). Abaixo do atual Duster será colocado o Kwid, um hatch vitaminado que a montadora também está chamando de SUV.

Renault Captur

Da fábrica brasileira, o Captur será exportado para os demais países da América Latina. Em contrapartida, os modelos mais sofisticados, e também a futura picape cabine dupla Alaskan, serão importados do México.

 

Continua após a publicidade
Publicidade