Clique e assine por apenas 8,90/mês

Renault Clio Williams Safety Car está à venda na Argentina

Hatch com motor 2.0 de 150 cv participou de prova de Fórmula 1 em 1996

Por Diego Dias - 7 fev 2017, 20h47
Clio Williams Safety Car 3x4 de frente
Modelo se diferencia pelos grandes adesivos nas portas e no capô Reprodução/Internet

Um dos hot hatches mais divertidos já produzidos na história está à venda. O modelo em questão é nada menos do que um Clio Williams usado como Safety Car na Fórmula 1, no Grande Prêmio da Argentina em 1996. O hatch puxou uma respeitada fila composta pela Williams de Damon Hill, a Ferrari de Schumacher, entre outros monopostos.

Clio Williams Safety Car perfil
Hatch mantém as belas rodas douradas de 15 polegadas Reprodução/Internet

De acordo com o site Autoblog Argentina, o hatch está à venda por 50 mil dólares numa loja em Puerto Madero, na Argentina, e conta com 46.000 km rodados no hodômetro. Já considerado um clássico, esse modelo é o único homologado como Safety Car pela FIA, e traz itens exclusivos como os adesivos “Safety Car”, gaiola de proteção e cintos de segurança de competição. No entanto, o giroflex no teto foi retirado.

Clio Williams Safety Car cabine
Versão Safety Car tem gaiola de proteção e cintos de competição Reprodução/Internet
Clio Williams Safety Car motor
Motor 2.0 16v tem 150 cv  e puxou a fila de monopostos no GP de F-1 da Argentina em 1996 Reprodução/Internet

O Clio Williams traz debaixo do capô um motor 2.0 16v de 150 cv de potência e 17,8 mkgf de torque, sempre atrelado a um câmbio manual de cinco marchas com relações curtas. Esse conjunto garante aceleração de 0 a 100 km/h abaixo dos 8 segundos e velocidade máxima de 215 km/h. Praticamente o pai do nosso Sandero R.S.

Clio Williams Safety Car 3x4 de traseira
Clio Williams Safety Car Reprodução/Internet

Com 3.800 unidades produzidas entre 1993 e 1996, o Clio Williams é raro e até hoje chama a atenção pelo ressalto no capô, rodas douradas e pela exclusiva (e bela) cor azul.

Continua após a publicidade
Publicidade