Clique e assine por apenas 8,90/mês

Reestilização deixa Jeep Cherokee com design mais conservador

Lançado em 2013, SUV deixa ousadia de lado e fica mais parecido com Compass e Grand Cherokee

Por Vitor Matsubara - Atualizado em 9 jan 2018, 14h55 - Publicado em 19 dez 2017, 16h40
Atualização visual dispensou faróis duplos do antigo Cherokee Jeep/Divulgação

Parece que o ousado visual do Jeep Cherokee não agradou tanta gente assim. A marca revelou a primeira reestilização da quarta geração do SUV, que o deixou mais conservador.

Os faróis separados das luzes diurnas foram substituídos por um conjunto mais convencional – que remete ao Chrysler 300. O desenho da dianteira também aproxima o Cherokee dos demais modelos da gama Jeep, como o Compass e o Grand Cherokee.

O utilitário esportivo tem duas dianteiras diferentes: a versão Trailhawk traz faróis de neblina em posição mais alta e um par de ganchos para reboque na parte inferior do para-choque. As demais versões possuem um design mais convencional.

Tudo diferente na dianteira, com exceção das sete aberturas da grade frontal Divulgação/Jeep

As mudanças foram mais comedidas na traseira. As lanternas ganham uma nova disposição de luzes e o espaço destinado à placa migrou para a tampa do porta-malas, alterando também o recorte da peça.

Continua após a publicidade
Cabine ganhou apenas apliques prateados Jeep/Divulgação

O interior se manteve praticamente intocado, com exceção de apliques prateados na cabine.

A Jeep não divulgou detalhes sobre motorizações e conteúdo de cada versão, mas a tendência é que o Cherokee ganhe a motorização 2.0 turbo oferecida no novo Wrangler.

Atrás, o espaço da placa migrou para a tampa do porta-malas Jeep/Divulgação

Todos os detalhes serão conhecidos durante sua apresentação oficial, agendada para o Salão de Detroit, em janeiro de 2018.

 

Publicidade