Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Presidente da Mitsubishi afirma que operações nos EUA podem quebrar

Fabricante japonesa vem perdendo bastante dinheiro desde 2007

Por redação Atualizado em 9 nov 2016, 12h52 - Publicado em 24 nov 2013, 14h28
lancamentos

Mitsubishi perdeu dinheiro em suas operações na América do Norte durante todos os anos desde 2007, mas em uma entrevista nesta semana durante o Salão de Tóquio, Osamu Masuko, presidente da empresa, fez uma revelação surpreendente. “Se as coisas continuarem assim, pode ser que quebremos em 2014”, disse ele.

No mês passado a Mitsubishi previu que iria diminuir o seu prejuízo operacional na região para 4 bilhões de ienes (40,7 milhões dólares) até 31 de março, o fim do ano fiscal, bem abaixo do prejuízo operacional do ano fiscal anterior, de mais de cinco vezes dessa quantia. A produção da única fábrica norte-americana da montadora japonesa em Normal, Illinois, cresceu para 56.630 veículos em outubro, em comparação com os 27.339 do mesmo período do ano passado.

A planta fabrica o Outlander Sport para os EUA e para exportar para a Rússia, o Oriente Médio e América Latina. Curiosamente, dos 56,630 Outlander Sport construídos na planta de Illinois até outubro, apenas 20.150 foram vendidos nos EUA.

Masuko disse que a Mitsubishi diminuiu a capacidade de produção na fábrica de Illinois para 70.000 veículos por ano, mas que ela pode ser aumentada para até 100.000 por ano, se a demanda no exterior for forte o suficiente.

Continua após a publicidade

Publicidade