Clique e assine por apenas 8,90/mês

Peugeot confirma picape rival de Hilux e S10 para 2022 no Brasil

Picape média derivada de projeto chinês ainda demora a chegar, via Uruguai; antes dela, marca trará os novos 208 e 2008 da Argentina

Por Paulo Campo Grande, Gabriel Aguiar - Atualizado em 31 out 2019, 09h58 - Publicado em 31 out 2019, 09h54
Picape da Peugeot está confirmada para o Brasil Du Oliveira/Quatro Rodas

A Peugeot prometeu quatro novidades para o Brasil até 2023, com um modelo novo por ano previsto para ser lançado até lá.

Em jantar com jornalistas, Jean-Philippe Imparato, CEO global da marca, também confirmou que um desses lançamentos é a picape média com jeitão de Toyota Hilux antecipada por QUATRO RODAS no início deste ano. Esta chegará ao país em 2022.

Flagras indicam que o utilitário terá interior luxuoso Reprodução/Internet

Entretanto, nosso mercado não será responsável pela estreia do utilitário e nem mesmo pela produção, que será no Uruguai.

O modelo é inédito, mas as primeiras imagens serão reveladas em março de 2020. E, apesar de o projeto ser chinês, derivado da picape Kaicene F70 – a Kaicene é uma marca de utilitários pertencente à Changan, seu motor deverá ser turbodiesel de origem Peugeot.

Continua após a publicidade
Hilux servirá de referência para nova picape Christian Castanho/Quatro Rodas

O executivo fez questão de dizer que essa será uma picape “de verdade”, ou seja, construída sobre chassi de longarina e com direito a capacidade de carga de até uma tonelada.

O que mais vem aí

Quanto aos demais lançamentos, já sabemos que o primeiro modelo a estrear por aqui será o novo 208, em meados de 2020.

Leitor avistou o 208 rodando na região de Campinas (SP) Rafael Mosso/Quatro Rodas

O hatch já circula em testes no Brasil, mas deixará de ser feito em Porto Real (RJ) na próxima geração e passará a ser trazido da Argentina. Será ele o responsável por estrear na América do Sul a plataforma modular CMP, derivação da EMP2 para veículos compactos desenvolvida em parceria ocm outra chinesa, a Dongfeng.

Em seguida, para 2021, a empresa trará o novo 2008. O SUV estreou neste ano na Europa e também passará a ser trazido do país vizinho.

Nova geração usa a plataforma CMP, mesma dos novos 208 e Opel Corsa Divulgação/Peugeot

Resta saber o que virá em 2023. Um elétrico? Imparato diz que eles eventualmente virão ao Brasil e que, quando o consumidor local assim demandar, a Peugeot terá opções para abastecer prontamente nosso mercado.

Continua após a publicidade

Vale lembrar que, além dos planos da própria marca, a Citroën recebeu investimentos para fazer três novos modelos de entrada por aqui.

Aircross europeu está registrado no Brasil, mas teremos modelo exclusivo por aqui Reprodução/INPI/Internet

Batizado Smart Car, o projeto terá um hatch de entrada posicionado abaixo do 208 (substituindo o atual C3), um sedã compacto premium e um SUV ocupando o lugar do Aircross. Todos esses modelos estão sendo desenvolvidos para mercados emergentes, como Brasil e Índia.

Ainda que a empresa garanta que continuará fazendo veículos com plataforma antiga na fábrica fluminense, pode-se presumir que o único sobrevivente da velha base PF3 deve ser o C4 Cactus.

O C4 Cactus é o lançamento mais recente da marca no país Renato Pizzutto/Quatro Rodas

O primeiro lançamento dessa nova família de veículos de baixo custo deverá acontecer em 2021, quando o hatch chegará às concessionárias.

Continua após a publicidade

Quanto à fusão entre os grupos PSA e FCA, confirmada na manhã desta quinta-feira, Jean-Philippe Imparato preferiu não comentar.

Publicidade