Clique e assine por apenas 5,90/mês

Perto do fim de produção no Brasil, Audi A3 tem série de despedida nos EUA

Sedã sairá de linha no ano que vem para ser substituído pela próxima geração, que será importada

Por Rodrigo Ribeiro* - 2 set 2019, 17h23
O A3 Sedan é oferecido sempre com motor 2.0 nos EUA, com tração dianteira ou integral Divulgação/Audi

Apesar da Audi negar o fim da produção do A3 Sedan no Brasil, antecipada com exclusividade por QUATRO RODAS, o modelo já começou sua despedida globalmente.

A divisão americana da marca das quatro argolas anunciou a série especial Final Edition do três-volumes exclusiva para o mercado local.

O pacote será oferecido para as versões de tração dianteira ou integral do carro, e inclui bancos de couro com pesponto exclusivo e um volante multifuncional de base achatada.

A marca também encerrou a venda do A3 Conversível nos Estados Unidos. Na região são oferecidas apenas as versões três-volumes do médio, incluindo as opções S3 e RS 3.

Beijo me liga

Versão nacional estreou em 2017, mas acabou de sair de linha Leo Sposito/Quatro Rodas

Por aqui a produção do A3 Sedan, único Audi em produção na fábrica de São José dos Pinhais (PR), deve ocorrer até o ano que vem. O fim do modelo no País ocorrerá no mesmo período em que a segunda geração do sedã será lançada, em meados de 2020.

Continua após a publicidade

A quarta geração do A3 hatch chega antes, entre o final de 2019 e início do ano seguinte. O modelo adotará o mesmo pacote de tecnologias do novo Golf, incluindo opção de hibridização parcial e aumento das capacidades semiautônomas.

Tanto o novo A3 Sedan quanto a segunda geração do Q3 voltarão ao Brasil somente importados — o SUV já havia saído de linha no país no início deste ano.

Com isso a linha de montagem da fábrica, construída em parceria com a Volkswagen, ganhará capacidade para produzir a picape compacta-média Tarok. Há chances, porém,

Além da novidade, a marca segue produzindo no local o T-Cross e – por enquanto – o Fox. O Golf GTI, outro produto fabricado na unidade, também saiu de linha e será substituído pela próxima geração importada.

*Com informações de Paulo Campo Grande 

Continua após a publicidade
Publicidade