Novo VW Polo GTI ganha versão de rali vendida para clientes

Preparado para disputar competições da FIA, modelo tem motor 1.6 turbo com mais de 200 cv

Versão de rali participará de corridas apenas no segundo semestre de 2018 (Volkswagen/Divulgação)

A Volkswagen apresentou o Polo GTI R5, modelo de rali baseado na sexta geração do Polo, lançada no Brasil em setembro.

A montadora afirma que o veículo estava sendo desenvolvido desde o começo do ano. Os primeiros testes no asfalto e no cascalho ocorreram em novembro na França, e serão concluídos na Grã-Bretanha em dezembro.

Polo de rali usa motor 1.6 turbo com 203 cv (Volkswagen/Divulgação)

A versão de rali é construída sobre o Polo GTI de rua com quatro portas. O R5 tem um motor turbo de quatro cilindros em linha com injeção direta de combustível, montado transversalmente à frente do eixo dianteiro.

Homologação do veículo será concluída apenas em 2018 (Volkswagen/Divulgação)

Seguindo o regulamento do campeonato mundial de rali organizado pela FIA, a capacidade volumétrica do Polo é limitada a 1,6 litro. Mesmo assim, o hatch tem 203 cv e 40,8 mkgf de torque máximo.

Pesando 1.320 quilos, o Polo GTI R5 acelera de 0 a 100 km/h em 4,1 segundos. A transmissão é sequencial de cinco marchas e a tração é integral. Atendendo às regras da FIA, o Polo ganhou santantônio e diversos acessórios necessários para competições.

Polo de rua (esq.) serve de base para o GTI R5 (Volkswagen/Divulgação)

Aceleração de 0 a 100 km/h é realizada em pouco mais de quatro segundos (Volkswagen/Divulgação)

O processo de homologação será concluído durante o verão europeu, entre os meses de junho e setembro. Apenas a partir daí é que serão realizadas as primeiras entregas, previstas para o segundo semestre de 2018.

Os carros da categoria R5 do WRC (World Rally Championship) competem no chamado WRC2, a segunda divisão do mundial de rali. Segundo a própria VW, a marca não terá mais equipe oficial – o Polo GTI R5 será vendido para equipes e clientes particulares.

Na última década, a Volks faturou quatro títulos seguidos da categoria principal do WRC com a geração anterior do Polo, mas decidiu retirar sua equipe oficial das competições no final de 2016.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s