Clique e assine por apenas 8,90/mês

Novo Toyota Camry chega ao Brasil por R$ 189.990

Discretamente incorporado ao configurador do site da marca, sedã grande tem plataforma de Prius e motor V6 3.5 de 310 cv

Por Guilherme Fontana - Atualizado em 9 jan 2018, 17h49 - Publicado em 12 dez 2017, 11h54
Para-choque quase todo tomado por filetes horizontais é a única opção disponível no brasil Reprodução/Toyota

Quase um ano após estrear no Salão de Detroit (EUA), a nova geração do Toyota Camry chega ao Brasil de forma discreta, surgindo no configurador da marca na internet.

Partindo de R$ 189.990, o sedã grande será vendido em versão única, disputando espaço com Honda Accord, Volkswagen Passat, Hyundai Azera e Ford Fusion, além das versões mais baratas de Audi A4, BMW Série 3 e Mercedes-Benz Classe C.

Enquanto nos Estados Unidos o Camry dispõe de duas opções visuais para a dianteira, no Brasil apenas uma delas está disponível.

Além do logo da Toyota sustentado por espécies de asas, o para-choque é quase todo tomado por uma grade de filetes horizontais, que alargam visualmente o sedã. O aspecto de esportividade fica completo com os vincos pronunciados do capô. Os faróis, afilados, têm leds e iluminação de xenônio.

Traseira do sedã de 4,89 metros remete aos Lexus com lanternas que invadem as laterais e a tampa do porta-malas Divulgação/Toyota

De lado, o modelo tem rodas de 18 polegadas e um forte vinco na altura das maçanetas que nasce e morre na lateral. No perfil traseiro, um vinco que desce das lanternas remete aos modelos da Lexus, marca de luxo vinculada à Toyota.

Atrás, o destaque é o conjunto de lanternas, totalmente iluminadas por leds, que invadem as laterais e a tampa do porta-malas. Por dentro, o acabamento pode ser preto ou bege.

Interior do Camry pode ser preto ou bege, sem alteração nos preços, segundo configurador do site Reprodução/Toyota

A lista de equipamentos do novo Camry inclui ar-condicionado digital de três zonas, chave presencial, sete airbags, bancos de couro, controles de estabilidade e tração, assistente de partida em rampas, computador de bordo com tela TFT de 8 polegadas, central multimídia com tela de oito polegadas e câmera de ré.

Continua após a publicidade

Quem vai atrás, além do comando exclusivo de temperatura do ar-condicionado, é servido com um painel digital no apoio de braços também com funções de reclinamento do banco, áudio e abertura/fechamento de uma cortina elétrica nos vidros traseiros.

No banco de trás, um painel digital permite que os ocupantes tenham seus próprios ajustes de temperatura, áudio e inclinação do banco Reprodução/Toyota

A única variante de preços do modelo fica para a cor da carroceria. São sete cores diferentes: preto, marrom, vermelho, azul, branco e dois tons de prata. Apenas o branco tem acréscimo de R$ 340, elevando o preço para R$ 190.330.

O motor é um V6 3.5 Dual VVT-I (comando de válvulas variável) de 310 cv e 37,7 mkgf. O câmbio é sempre automático de oito marchas.

Versão única tem leds diurnos e faróis de neblina. Na imagem, a configuração norte-americana do modelo Divulgação/Toyota

Vale destacar que a plataforma do novo Camry é a TNGA, ou seja, a mesma que dá origem aos atuais C-HR e Prius, além da futura geração do Corolla. São 4,89 metros de comprimento, 1,84 de largura, 2,83 de entre-eixos e 593 litros de capacidade do porta-malas.

GRANDES RIVAIS

Visual da versão Hybrid é igual ao da Titanium
Fusion é o rival mais barato do Camry e tem até versão híbrida Pedro Bicudo/Quatro Rodas

O Fusion é o mais barato da turma em todas suas versões. A de entrada, equipada com motor 2.5 flex de 175 cv, parte de R$ 119.990, enquanto a topo de linha, Titanium, com motor 2.0 turbo Ecoboost de 248 cv e tração integral, começa em R$ 155.900. O sedã da Ford oferece ainda a versão híbrida por R$ 160.900.

Frente guarda semelhanças com outros Honda atuais
Principal rival do Camry, Honda Accord é R$ 27.490 mais barato Christian Castanho/Quatro Rodas

Depois do norte-americano, é a vez do rival histórico do Camry: o Accord. Também com um V6 3.5, porém de 280 cv, o sedã da Honda é vendido em versão única por R$ 162.500.

O Passat vem logo em seguida, por R$ 178.130, também em versão única com motor 2.0 turbo de 220 cv. Por último, quem mais encosta no Camry é o Hyundai Azera, por R$ 179.990, e motor V6 3.0 de 250 cv.

Outros alvos do novo Camry são as versões mais baratas dos alemães Audi A4, Mercedes-Benz Classe C e BMW Série 3, todos na faixa de R$ 150.000 a R$ 200.000.

Continua após a publicidade
Publicidade