Clique e Assine QAUTRO RODAS por R$ 9,90/mês
Continua após publicidade

Novo Porsche Cayenne 2024 abandona quadro de instrumentos analógicos

Pela primeira vez na história, quadro de instrumentos de um Porsche será totalmente digital, abandonando até o conta-giros analógico

Por João Vitor Ferreira
30 mar 2023, 19h11

Embora ainda não esteja se tornando elétrico, o novo Porsche Cayenne terá evoluções significativas para ser mais tecnológico. A grande atualização de meia vida da terceira geração do SUV será apresentada no dia 18 de abril, durante o Salão de Pequim, já como linha 2024. Seu painel já foi revelado e não sobrou quase nada analógico. 

Isso significa romper com algumas tradições, pois é a primeira vez que um Porsche que não é elétrico abre mão de mostradores analógicos no quadro de instrumentos. Isso significa que nem mesmo o conta-giros, o último sobrevivente, será analógico. Tudo deu lugar à tela curva que já é usada pelo elétrico Taycan

Essa decisão pode incomodar os mais puristas, mas acredite, foi algo muito difícil de desapegar, até para a própria montadora.

Continua após a publicidade
Painel Porsche Cayenne
o conta-giros terá um layout analógico, mas será totalmente digital (Divulgação/Porsche)

“Essa foi uma discussão bastante intensa que tivemos lá dentro da empresa. Entendemos que isso traz um grande legado para nós, ter um conta-rotações analógico. Mas também, se você olhar para os antigos 911, tínhamos cinco mostradores analógicos”, disse Ivo van Hulten, diretor de UX design.

Segundo van Hulten, o quadro totalmente digital, que no novo Cayenne tem 12,3’’, dá maior flexibilidade para os desenvolvedores trabalharem. E, embora seja difícil para eles desapegarem do passado, a tecnologia permite dar um ‘jeitinho’ de manter as tradições.

Continua após a publicidade
Painel Porsche Cayenne
Será possível customizar os mostradores de diversas formas (Divulgação/Porsche)

Mesmo sendo digital, o conta-giros pode assumir a forma de um relógio analógico. Melhor ainda, da mesma forma que Volkswagen replicou designs antigos de seus painéis no conceito ID.2all, o quadro de instrumentos do Cayenne também terá um layout inspirado nos primeiros Porsches, com cinco mostradores analógicos emulados pelo sistema.

Mas o quadro de instrumentos é apenas a ponta do iceberg. O Cayenne ainda terá outras duas telas integradas, uma central e outra opcional exclusiva para o carona. A tela principal (ao centro) tem as mesmas 12,3 polegadas do quadro de instrumentos e terá conexão com Android Auto e Apple CarPlay. Além disso, o novo sistema da Porsche permitirá que a assistente virtual Siri controle funções do veículo através de comandos por voz. No mais, também será possível assistir vídeos enquanto o carro estiver parado.

A tela opcional de 10,9 polegadas, que ocupa toda área à frente do passageiro, também funcionará como uma central multimídia. Porém, ela também permite que os carona opere os sistemas de navegação, auxiliando o motorista em uma viagem. 

Painel Porsche Cayenne
Seletor de marchas agora está no painel e é bem mais discreto (Divulgação/Porsche)

Outro detalhe importante é que esta tela é focada no entretenimento, logo, poderá reproduzir vídeos em plataformas de streaming. Mas não se preocupe, um filtro na tela impossibilita que o motorista veja o que o passageiro está assistindo para não tirar sua atenção durante a condução.

Outra grande mudança está no console central. Ele perdeu a alavanca de câmbio, deixando espaço livre para um grande porta-objetos. Fora isso, todo esse espaço ficou com um visual mais simples, ganhando controles de ar-condicionado mais minimalistas. Há também um novo carregador wireless de 15 watts, que permite um carregamento mais rápido, segundo a Porsche, graças a seu sistema exclusivo de resfriamento.

Painel Porsche Cayenne
Com a remoção da alavanca de câmbio, sobrou muito mais espaço no console central (Divulgação/Porsche)

O seletor de marchas foi realocado próximo ao volante, entre o quadro de instrumentos e a central multimídia, e está bem pequeno e discreto. O volante é o mesmo do Porsche 911 e traz comandos para o áudio e assistentes de direção, além de um seletor de Drive Mode, que permite alternar entre os modos Normal, Off-Road, Sport e Sport Plus.

Compartilhe essa matéria via:

E para quem gosta de botões físicos, o Cayenne ainda tem muitos, mesmo com a modernização. Controles do ar, volume e os do volante são todos analógicos, em vez de sensores sensíveis ao toque sem resposta tátil. No mais, o SUV também tem novas saídas de ar e quatro novas portas USB-C.

Continua após a publicidade
Porsche Cayenne terceira geração
Porsche Cayenne reestilizado (Divulgação/Porsche)
Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Quatro Rodas impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 14,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.