Novo Pagani Imola “correu” três 24 Horas de Le Mans para ficar pronto

Supercarro de R$ 22,8 milhões recebeu nome da pista onde percorreu milhares de quilômetros em testes

O Huayra Imola homenageia o circuito italiano

O Huayra Imola homenageia o circuito italiano (Pagani/Divulgação)

O novo Pagani Imola será apresentado oficialmente somente no Salão de Genebra, em março, mas a fabricante de superesportivos italiana já mostrou um pouco da versão mais radical do Huayra, desenvolvida para as pistas e homologada para rodar nas ruas.

O supercarro foi batizado com o nome do circuito italiano onde foi exaustivamente testado. De acordo com a Pagani, o modelo completou cerca de 16 mil quilômetros em testes, distância mais que suficiente para cumprir três vezes a histórica prova 24 Horas de Le Mans.

Versão ainda tem amortecedores adaptativos

Versão ainda tem amortecedores adaptativos (Pagani/Divulgação)

Baseado no Huayra BC, o Imola manteve o motor V12 6.0 biturbo fornecido pela AMG, divisão de alto desempenho da Mercedes-Benz. O propulsor, instalado em posição central, recebeu melhorias para atingir nada menos que 838 cv de potência (ganho de 83 cv) e 112 mkgf de torque.

Toda essa força é enviada às rodas traseiras por meio do câmbio automatizado de sete marchas Xtrac, que recebeu relações encurtadas e foi otimizado com trocas mais rápidas para favorecer o uso em pistas de corrida.

 (Pagani/Divulgação)

A geometria das suspensões também foi revista com o uso de novos amortecedores adaptativos, comandados por uma nova central eletrônica que envia a esses componentes os parâmetros aerodinâmicos, do motor, transmissão e diferencial para o melhor desempenho em autódromos.

De acordo com a Pagani, o processo de desenvolvimento do Imola foi tão complexo e minucioso a ponto de a empresa criar um novo sistema de pintura da carroceria, que reduziu o peso da tinta em 5 kg.

 (Pagani/Divulgação)

Além disso, a estrutura monocoque combina materiais nobres, como fibra de carbono e titânio, para melhorar a rigidez sem acrescentar peso aos 1.246 kg do carro.

Apesar de divulgar essas informações, a fabricante ainda não revelou nenhum dado de desempenho.

 (Pagani/Divulgação)

Exclusivíssimo, o Pagani Imola custará, na Europa, cerca de 5 milhões de euros (aproximadamente R$ 22,8 milhões na cotação atual). Apesar do preço exorbitante, todas as cinco unidades que serão fabricadas já estão vendidas.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s