Clique e assine por apenas 8,90/mês

Novo Honda Civic reestilizado é revelado em registro de patente

Sedã poderia seguir o modelo norte-americano; versão híbrida pode vir ao Brasil

Por Rodrigo Ribeiro - Atualizado em 28 mar 2019, 14h01 - Publicado em 27 mar 2019, 16h44
Principal novidade do modelo está no para-choque dianteiro redesenhado e nas novas rodas Honda/Divulgação

Enquanto o novo Civic 2019 chegou aos Estados Unidos com mudanças (ainda que discretas) no visual e na lista de equipamentos, o modelo nacional teve como novidade apenas uma nova cor.

No entanto, se depender dos registros revelados pelo INPI (Instituto Nacional da Propriedade Industrial), a versão reestilizada do sedã deve estrear no Brasil em breve.

Para-choque reestilizado foi uma das poucas peças divulgadas pelo INPI INPI

Isso porque, apesar das peças do modelo terem entrado no sistema no início do ano passado, o fim do período de sigilo (que é pago à parte pelo autor do registro) normalmente indica a proximidade de lançamento de um modelo — exceto, claro, quando o carro vaza inadvertidamente antes da hora.

Na traseira o para-choque foi modificado para receber o escapamento central igual ao usado pelo Si Divulgação/Honda

Não que a Honda precisasse fazer mistério sobre o novo Civic. As mudanças, concentradas na dianteira, são discretíssimas e se resumem a um novo desenho na metade inferior dos para-choques, com destaque para o novo escapamento central herdado do Si.

Levando em contas as imagens de patente, a grade do radiador deverá manter o mesmo visual INPI/Divulgação

A Honda norte-americana promoveu uma mudança interessante no Civic 2019 local: a partir deste ano-modelo a frenagem autônoma de emergência passa a ser de série em todas as versões do sedã.

Continua após a publicidade

Por aqui, porém, são remotas as possibilidades da Honda do Brasil seguir pelo mesmo caminho, já que nem as versões topo de linha Touring e Si (esta última importada) contam com o equipamento de segurança.

A principal diferença no para-choque do novo Civic (acima) está na entrada de ar inferior Montagem/Divulgação/Honda

A mecânica manterá as opções 2.0 flex aspirada e 1.5 turbo a gasolina, com opção de câmbio manual de seis marchas para o motor atmosférico e CVT nas demais.

Flex e híbrido

Honda Insight Prototype
O Insight tem visual exclusivo, mas mantém as linhas gerais do Civic Divulgação/Honda

As próximas mudanças previstas para o Civic é a preparação do 1.5 turbo para o uso do etanol. O propulsor, no entanto, ainda está sendo homologado e, de acordo com o site Autos Segredos, também irá atrasar para o HR-V Touring, que será lançado apenas com motor a gasolina.

A próxima novidade do modelo é a estreia da versão híbrida, já oferecida em outros mercados. Fora do País o Civic Híbrido é chamado de Insight e possui um visual próprio, mas é possível que a marca mantenha o nome mais tradicional por aqui.

A chegada dele ao Brasil vai ao encontro da confirmação de que a Honda trará três modelos híbridos ao País até 2023. Os outros dois poderão ser o CR-V Hybrid (que já foi mostrado no último Salão do Automóvel) e o HR-V.

Outro lado

Questionada, a Honda do Brasil afirmou que “o registro no INPI é um processo padrão realizado pela matriz para proteção de propriedade intelectual da Honda. Trata-se de uma ação regular e praticada em todo mundo. Esse registro não indica intenção de produção, ou comercialização local do produto em questão”.

Continua após a publicidade
Publicidade