Clique e assine por apenas 5,90/mês

Novo Caoa Chery Tiggo 8 tem fila de espera de 60 dias e ficará mais caro

Com vendas em alta, modelo é raridade no showroom das concessionárias e, além do aumento de preços, há previsão de fila para 90 dias

Por Gabriel Aguiar - Atualizado em 27 set 2020, 14h31 - Publicado em 21 set 2020, 15h48
SUV de sete lugares chegou às concessionárias em meados de agosto Caoa Chery/Divulgação

O Caoa Chery Tiggo 8 chegou às lojas em agosto. Mas já esgotou: o SUV de sete lugares agora tem espera de até 60 dias e está mais caro. Para quem achou ruim essa situação, só deve piorar, pois o modelo deve ter outro aumento (de preço e de espera).

Segundo apuração da QUATRO RODAS junto a concessionárias de todo o país, a marca confirmou aos revendedores que, em breve, o preço deverá subir a R$ 168.900 – há cerca de um mês, quando foi lançado, tinha o valor promocional de R$ 156.900.

Quer ter acesso a todos os conteúdos exclusivos de Quatro Rodas? Clique aqui e assine com 64% de desconto.

Se uma boa pesquisa pode garantir os preços com desconto, conhecer de perto o Tiggo 8 é uma missão bem mais complicada. “Já vendemos até mesmo o carro que estava exposto no nosso showroom”, explica o vendedor da Caoa Chery em Brasília (DF).

Na região nordeste, nem sequer há previsão para chegada dos próximos lotes do SUV grande. “Não estamos aceitando sinal para reserva porque as próximas unidades podem demorar dois meses para serem entregues”, confirmou a revenda de Salvador (BA).

Continua após a publicidade
Este modelo é o primeiro SUV de sete lugares da Caoa Chery no Brasil Caoa Chery/Divulgação

De acordo com a Abeifa, associação de importadores e fabricantes da qual a Caoa Chery faz parte, foram emplacadas 130 unidades do Tiggo 8 no primeiro mês de vendas – e não há balanço para setembro. A marca diz que, até agora, foram vendidos 716 carros.

Procurada, a empresa diz que, desse total, 328 unidades começaram a ser distribuídas no último fim de semana. Entretanto, não confirmou se todo o primeiro lote foi vendido e quando o segundo lote do SUV estará totalmente disponível nas concessionárias.

Painel de instrumentos digital é configurável e central tem compatibilidade com sistema Apple Carplay Caoa Chery/Divulgação

Como resultado da alta demanda – não havia carros a pronta entrega em nenhuma das revendas consultadas –, no centro-oeste, os concessionários já informam a possibilidade do tempo de espera chegar aos 90 dias a partir de outubro. Curiosamente, o Caoa Chery Tiggo 8 é montado em Anápolis, Goiás.

De fato, em apenas duas semanas nas lojas (o lançamento aconteceu em meados de agosto), o Tiggo 8 conseguiu emplacar praticamente o mesmo que o esquecido Tiggo 7: o irmão menor teve 133 vendas no período e média mensal de 160 unidades em 2020.

Não pode ir à banca comprar, mas não quer perder os conteúdos exclusivos da Quatro Rodas? Clique aqui e tenha o acesso digital.

Continua após a publicidade
Publicidade