Clique e assine com até 75% de desconto

Novo Caoa Chery Tiggo 8 é o SUV maior, mais sofisticado e caro da marca

Modelo chega com preço promocional de R$ 156.900, mas a fábrica não diz por quanto tempo vale o desconto. O preço de lista é R$ 168.600

Por Paulo Campo Grande 12 ago 2020, 16h07
Tiggo 8 tem 4,7 m de comprimento, 1,86 m de largura e 1,71 m de altura Caoa Chery/Divulgação

A Caoa-Chery lançou hoje o novo SUV Tiggo 8. Anunciado como o mais avançado modelo da linha, o Tiggo 8 é um SUV grande com capacidade para sete ocupantes.

A apresentação foi virtual, por meio de uma live com executivos da fábrica, mas pelo demonstrado, o Tiggo 8 representa mesmo um salto em relação aos demais produtos da marca.

Quer ter acesso a todos os conteúdos exclusivos de Quatro Rodas? Clique aqui e assine com 64% de desconto.

Começa pelo preço. O Tiggo 8 chega em única versão com preço de lista de R$ 168.600 e mesmo no valor promocional de lançamento, R$ 156.900, ele é bem mais caro que o Tiggo 7 TXS, por exemplo, que sai por R$ 117.990.

Este modelo é o primeiro SUV de sete lugares da marca, no Brasil Caoa Chery/Divulgação

Mas não é só pelo preço que ele sinaliza superioridade. Para produzir um veículo desse porte, a fábrica teve que investir muito em equipamentos e materiais na linha de montagem, segundo o diretor de engenharia Marcio Alfonso.

De acordo com o executivo, um carro como o Tiggo 8 deve atender compromissos de dirigibilidade, segurança e conforto que estão acima dos padrões exigidos por veículos de segmentos inferiores.

Nós não dirigimos o carro e por isso não podemos falar sobre aspectos como comportamento dinâmico, rigidez torcional da carroceria, conforto e nem respostas de sistemas como freios, direção e suspensão.

Painel de instrumentos digital é configurável e central tem compatibilidade com sistema Apple Carplay Caoa Chery/Divulgação

Mas pela ficha técnica disponibilizada ao final da apresentação é possível imaginar que o Tiggo 8 tem um bom conjunto, ao menos teoricamente.

O Tiggo 8 vem equipado com um motor moderno 1.6 16V Turbo Intercooler, com injeção direta e comando de válvulas variável, que gera 187 cv de potência a 5.500 rpm e 28 kgfm de torque a 2.000 rpm.

O câmbio é automatizado de dupla embreagem, com sete marchas e tração dianteira, com dois modos de funcionamento Sport e Eco, e a possibilidade de fazer as trocas no modo manual (na alavanca, do tipo joystick).

Continua após a publicidade

A gente não mediu, mas a fábrica diz que o SUV acelera de 0 a 100 km/h em 9,9 segundos e retoma de 60 a 100 km/h em 5,2 segundos.

O consumo seria de 9,8 km/l, na cidade, e 12,5 km/l, na estrada, sempre de acordo com números oficiais.

  • Além do motor, o Tiggo 8 tem direção com assistência elétrica progressiva, freios a disco nas quatro rodas (ventilado, na frente, e sólido, atrás), e suspensão independente nos dois eixos (McPherson, na dianteira, e multi-link, na traseira).

    Falando dos equipamentos de série, que são outros indicadores da evolução de um projeto, o Tiggo 8 faz boa figura ao oferecer seis airbags, câmera 360 graus, detector de pontos cegos, faróis e lanternas com leds, ESP, auxiliar de partida em rampa, freio automático de descida e uma coleção de sensores: de chuva, luz, estacionamento e até de pressão e de temperatura dos pneus (de pressão qualquer um tem, mas de temperatura, só superesportivo) como os Tiggo 5x e 7.

    Na segunda fila, há apoio de braços com porta-copos entre os assentos Caoa Chery/Divulgação

    Na cabine, há painel digital (12,3”) configurável, central multimídia (10,25”) com Apple Carplay, luzes ambiente, bancos elétricos, ar-condicionado dual zone com saídas traseiras e teto solar panorâmico, entre outros itens.

    O acabamento é superior ao que a gente se acostumou a ver no Tiggo 5X, que já é bom. Principalmente nos bancos, revestidos em material que imita couro, mas com diferentes texturas, o que inclui superfícies perfuradas nas regiões centrais do assento e do encosto.

    Não entramos no carro. Mas pelo video, considerando que o executivo que fez a demonstração do espaço interno é uma pessoa com cerca de 1,70 m de altura, o espaço é suficiente para acomodar sete ocupantes adultos.

    Capacidade do porta-malas aumenta 10 vezes (de 193 a 1.930 litros) de acordo com a posição dos bancos Caoa Chery/Divulgação

    A capacidade do porta-malas varia de acordo com a utilização dos assentos. De acordo com a Caoa-Chery, com sete lugares, cabem 193 litros; com cinco lugares, 889 litros; e com dois lugares (ou seja, com os bancos traseiros todos rebatidos), 1.930 litros.

    Vendido pelo preço promocional (R$ 156.900) ou pelo valor de lista (R$ 168.600), o Tiggo 8 chega com custo interessante no segmento, considerando que SUVs com sete lugares como o VW Tiguan Allspace (sai por R$ 169.9900) e Toyota Hilux SW SRV (R$ 206.990) estão acima desse valor.

    Não pode ir à banca comprar, mas não quer perder os conteúdos exclusivos da Quatro Rodas? Clique aqui e tenha o acesso digital.

    Arte/Quatro Rodas
    Continua após a publicidade
    Publicidade