Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

MotoGP: tributos a Simoncelli

Pilotos e chefes de equipe dão a última palavra sobre Simoncelli

Por Marcelo Brettas Atualizado em 9 nov 2016, 11h54 - Publicado em 25 out 2011, 12h45
Marco Simoncelli

Vários pilotos, ex-pilotos e personalidades envolvidas dom o mundo da motovelocidade registraram, em entrevistas ou redes sociais, o seu sentimento em relação à perda de Marco Simoncelli.

Acompanhe o que alguns deles disseram:

Jorge Lorenzo, da Factory Yamaha, que não esteve presente no GP da Malásia em razão da operação no dedo de sua mão, publicou: “Não sei o que dizer num dia como o de hoje… Apenas que sentiremos a tua falta – descansa em paz Marco.”

O companheiro de equipa de Lorenzo, Ben Spies, partilhou: “Descansa Super Sic…”

Nicky Hayden, da Ducati, postou: “Por vezes a vida não faz sentido… RIP #58, eras uma estrela dentro e fora da pista e vamos todos sentir a tua falta.”

Continua após a publicidade

Cal Crutchlow escreveu: “RIP Marco Simoncelli! Um grande piloto e uma pessoa muito simpática. Os meus pensamentos estão com toda a sua família e amigos. Nunca me esquecerei do dia de hoje… #58”

O veterano John Hopkins, disse; “Deus te tenha #58 Simoncelli… O teu espírito lutador não será esquecido nunca!”

Kenny Roberts e a família enviaram a seguinte mensagem: “Toda a Família Roberts está muito sentida com as notícias do Marco. Queremos apresentar as nossas condolências à sua família, amigos, fãs e MotoGP. Jamais o esqueceremos!”

Héctor Barberá, da Suzuki, disse: “Estou em choque. Somos pilotos de motociclismo e temos consciência dos riscos envolvidos no que fazemos, mas também sabemos que a nossa segurança é cada vez mais uma preocupação diária dos organizadores. Nestes últimos anos muito se fez para tentar tornar o nosso trabalho ainda mais seguro. Apesar disto, há momentos onde o azar pode levar à tragédia – e foi isto que aconteceu hoje com o Marco Simoncelli.” E completou: “Hoje é mais um dia duro para o motociclismo. Perdemos uma grande companhia e recordarei o Marco como um grande rival com o qual tive algumas fantásticas lutas no passado.”

O chefe de equipe Jorge ‘Aspar’ Martínez, partilhou: “O que aconteceu hoje é muito triste. Deve ser dito que todas as sexta-feiras antes de um Grande Prêmio a Comissão de Segurança reúne-se às 17 horas com todos os pilotos do MotoGP para avaliar aspectos de segurança em todos os circuitos de Grande Prêmio. O Marco perdeu a frente e tentou evitar a queda, mas infelizmente a inércia da moto levou-o para o interior da curva no mesmo em que o Edwards e o Valentino passavam. Não havia nada que pudessem fazer para o evitar. Hoje é um dia tremendamente triste para todo o paddock e para os que amam o motociclismo de competição.”

Toni Elías disse, entre lágrimas, numa entrevista: “Não há nada que possa dizer… O Marco era uma pessoa única, mas acima de tudo uma boa pessoa.”

O amigo de longa data Valentino Rossi não deu entrevistas, mas mais tarde publicou na sua conta do Twitter: “O Sic era como um irmão mais novo para mim. Muito forte na pista e um amor na vida normal. Vou sentir muito a sua falta.”

Continua após a publicidade

Publicidade