Mitsubishi ASX: quase imortal, SUV herda visual de L200 e Eclipse Cross

Com apresentação marcada para o Salão de Genebra, na Suíça, o modelo mantém mesma base desde 2009. E estará no Brasil em 2020

Dianteira ganhou visual inspirado no Eclipse Cross

Dianteira ganhou visual inspirado no Eclipse Cross (Divulgação/Mitsubishi)

O Mitsubishi ASX já pode concorrer ao Troféu Imortal: lançado no Brasil em 2010, o SUV não tem previsão para deixar as lojas. Pelo contrário, ele acaba de ganhar novo visual na Europa.

Como você já pode imaginar, a inspiração para a dianteira veio dos primos mais novos L200 – que aparecerá no Brasil no fim de 2020, conforme revelado em primeira mão por QUATRO RODAS – e Pajero Sport, além do recém-lançado Eclipse Cross.

Atrás, só lanternas e para-choques mudaram.

Mudanças na traseira foram mais sutis e não afetaram lataria

Mudanças na traseira foram mais sutis e não afetaram lataria (Divulgação/Mitsubishi)

Essa é apenas uma atualização de meia vida e, por isso, não há nenhuma alteração relevante nas laterais. Ah! Sabe os buracos nos para-lamas dianteiros para os piscas? Eles deram adeus.

Talvez os donos de ASX reconheçam com mais facilidade a principal – e, ainda assim, discreta – mudança na cabine: a central multimídia com tela sensível ao toque de 8 polegadas e GPS.

Interior recebeu nova central multimídia com tela de oito polegadas

Interior recebeu nova central multimídia com tela de oito polegadas (Divulgação/Mitsubishi)

No mercado europeu, os conjuntos mecânicos se mantiveram iguais. Procurada, a HPE, que representa a marca no Brasil, confirmou que o modelo será vendido e produzido no Brasil, embora sem confirmação de prazo.

“O ASX que será apresentado no Salão de Genebra será comercializado a partir de setembro na Europa. Ainda não está definida a data de comercialização no Brasil. Mas o que podemos afirmar é que ele será produzido em nossa fábrica, em Catalão (GO), com motorização flex (único do mundo).”

QUATRO RODAS apurou, porém, que as chances de chegada em 2019 são praticamente nulas. O mais provável é que o ASX renovado seja apresentado em meados de 2020.

Trajetória do ASX no Brasil

Motor 2.0 16V é a única opção para o ASX Nacionalizado, o utilitário ganhou a primeira mudança no visual em 2012

Nacionalizado, o utilitário ganhou a primeira mudança no visual em 2012 (Marco de Bari/Quatro Rodas)

O Mitsubishi ASX começou a ser vendido no mercado brasileiro em 2010, ainda importado do Japão. A produção nacional começou apenas em 2012, já com o visual atualizado.

Se a primeira mudança de desenho foi sutil – limitada aos para-choques e aos contornos dos faróis de neblina –, a segunda reestilização, com motor flex, chegou aqui no fim de 2016.

Mudança mais recente incluiu nova grade e luzes diurnas de leds

Mudança mais recente incluiu nova grade e luzes diurnas de leds (Divulgação/Mitsubishi)

Em setembro de 2018, o utilitário ganhou outro banho de loja: além da grade dianteira, tinha luzes diurnas de leds. Se vier ao país, o novo ASX europeu não deverá chegar antes de 2020.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s