Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Mitsubishi Airtrek voltará com visual ousado e motor elétrico

O SUV será apresentado ainda em junho na China e não deverá ser vendido fora do mercado chinês

Por João Vitor Ferreira Atualizado em 9 jun 2021, 19h17 - Publicado em 9 jun 2021, 17h24

 

Toyota Airtrek eleétrico em movimento
Divulgação/Toyota

O Mitsubishi Airtrek voltará ao mercado até o final deste ano na China, mas dessa vez como um veículo elétrico. As primeiras imagens oficiais mostram um protótipo com visual bem semelhante ao do luxuoso SUV chinês GAC Aion V, também elétrico e o primeiro modelo a receber tecnologia 5G embarcada. 

Clique aqui e assine Quatro Rodas por apenas R$ 8,90

O modelo será produzido pela joint venture GAC Mitsubishi Motors e será completamente diferente da primeira geração de Airtrek, que no Brasil teve esse nome até 2008, mudando posteriormente para Outlander. Ele será apresentado ainda no mês de junho, mas são poucas as chances de ser vendido fora do mercado chinês

novo toyota airtrek ev traseira
Divulgação/Ford
Continua após a publicidade

A nova geração do Airtrek começa se diferenciando pela motorização. Ele receberá o mesmo motor elétrico do “irmão” Aion V, com 184 cv e 35 kgfm. Já suas baterias terão autonomia para até 600 km no ciclo europeu NEDC.

Mas nem tudo será idêntico ao EV chinês, a começar pelo tamanho. O SUV será um pouco menor, tendo os mesmos 4,40 metros do Mitsubishi Eclipse Cross, contra 4,59 m do Aion V. Pelas imagens do protótipo apresentadas pela GAC Mitsubishi, o crossover também receberá para-choques e conjunto de iluminação diferente, embora o design seja semelhante e igualmente ousado.

GAG Aion visão da dianteira
Na versão de testes apresentada podemos ver algumas semelhanças entre o visual do Airtrek e do Aion V. A motorização será a mesma GAC/Divulgação

Esta não é a primeira vez que as empresas trabalham juntas em um veículo elétrico. Há três anos, a empresa chinesa começou a produzir o híbrido Eupheme para a Mitsubishi. Embora ele tivesse o símbolo da GAC estampado, os modelos eram vendidos em concessionárias da montadora japonesa.

A Mitsubishi aproveitou a oportunidade para adicionar as vendas do modelo às suas estatísticas para atingir a meta de eletrificados vendidos. Na China, todas as montadoras têm que cumprir uma cota mínima de veículos elétricos produzidos.

Não pode ir à banca comprar, mas não quer perder os conteúdos exclusivos da Quatro Rodas? Clique aqui e tenha o acesso digital

Capa Quatro Rodas 745 maio 2021
Arte/Quatro Rodas
Continua após a publicidade


Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Continue lendo, sem pisar no freio. Assine a QR.

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

Tudo sobre as novidades automobilísticas do Brasil e do exterior.


a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)

Impressa + Digital

Plano completo de QUATRO RODAS. Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Acesso ilimitado ao Site da QUATRO RODAS, com conteúdos exclusivos e atualizados diariamente.

Comparativo entre os principais modelos do mercado.

Tudo sobre as novidades automobilísticas do Brasil e do exterior.

Receba mensalmente a QUATRO RODAS impressa mais acesso imediato às edições digitais no App QUATRO RODAS, para celular e tablet.

a partir de R$ 12,90/mês