Clique e assine por apenas 8,90/mês

Mercedes-Benz fará recall de 3 milhões de motores a diesel

Anúncio surge logo após acusações de fraude em testes de emissões de poluentes

Por Vitor Matsubara - 19 jul 2017, 14h21
Divulgação/Mercedes-Benz

A Mercedes-Benz anunciou a realização de um grande recall envolvendo pelo menos três milhões de veículos a diesel. Coincidência ou não, a medida surge poucos dias após a marca ter sido acusada de burlar testes de emissões dos motores a diesel – caso semelhante ao “dieselgate” da Volkswagen.

A marca afirma que a ação é preventiva e visa “fortalecer a confiança (dos clientes) na tecnologia a diesel” da marca, segundo o CEO da Daimler, Dieter Zetsche.

O reparo envolverá vários modelos da linha de automóveis de passeio e veículos comerciais da Mercedes-Benz.

O recall será realizado pela própria empresa sob a supervisão de órgãos competentes da Alemanha, e deve realizar “uma contribuição significativa para reduzir as emissões de poluentes dos veículos a diesel nas principais cidades da Europa”.

Continua após a publicidade

Além de reparar os antigos motores, a Mercedes-Benz se comprometeu a ampliar o uso do novo motor OM 654 de quatro cilindros a diesel, que estreou na nova geração do Classe E.

De acordo com a empresa, o conjunto possui “números exemplares de emissões de poluentes”, comprovados em testes realizados por órgãos independentes.

Publicidade