Assine QUATRO RODAS por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Melhor Compra: vale a pena comprar um Caoa Chery?

Está curioso para saber como são os carros do novo fabricante que chamam tanto a atenção do mercado? É só clicar em play!

Por Paulo Campo Grande
Atualizado em 28 ago 2019, 19h33 - Publicado em 28 ago 2019, 19h16

Depois que a Chery se associou à CAOA, em novembro de 2017, a marca que passou a se chamar CAOA Chery e entrou em evidência no mercado.

A Chery estava no Brasil desde 2009, como importadora, e a partir de 2014, como fabricante, mas sempre teve presença discreta.

Tiggo 5x: foi o terceiro no comparativo entre doze SUVs compactos. (Fernando Pires/Quatro Rodas)

Em janeiro de 2019, a CAOA Chery divulgou o balanço do primeiro ano de atividade da nova marca anunciando 131,6% de crescimento.

No período, a foram comercializadas 8.640 unidades o que é pouco se comparado com o volume de um carro com boa procura.

O Ford Ka, por exemplo, vendeu 8.534 unidades somente no mês de dezembro de 2018.

Continua após a publicidade
Chery Tiggo 2
Tiggo 2: reúne virtudes e defeitos. (divulgação/Chery)

Mas é bastante para uma marca no primeiro ano de mercado.

A CAOA realmente ajudou muito a Chery, com a divulgação maciça e agressiva dos carros e também com sua experiência e conhecimento.

Continua após a publicidade

A CAOA vende carros desde 1979, fabrica veículos para a Hyundai desde 2007, e em 2015 inaugurou seu próprio centro de pesquisa e desenvolvimento em Anápolis (GO).

QQ: seu principal atrativo é o preço. (Acervo Quatro Rodas/Quatro Rodas)

Mas não foi só a entrada da CAOA que mudou a condição da Chery no mercado porque a sociedade entre as empresa se deu em um momento de renovação da linha Chery.

Continua após a publicidade

Os lançamentos que viriam de qualquer modo apresentaram carros mais modernos e de melhor qualidade que os antecessores.

Arrizo 5: sedã tem motor 1.5 turbo e câmbio CVT. (Roberto Assunção/Quatro Rodas)

Atualmente, a linha CAOA Chery reúne veículos das diferentes fases da Chery no Brasil: QQ, dos tempos que a Chery estava sozinha, e Tiggo 5x, Tiggo 7 e Arrizo 5, da fase atual.

Continua após a publicidade

O Tiggo 2 seria de uma fase intermediária uma vez que ele é um produto novo desenvolvido a partir de uma plataforma antiga, que serviu de base para o descontinuado Celler hatch e sedã.

Afinal, vale a pena comprar um CAOA Chery?

Tiggo 7: se saiu bem diante do líder Jeep Compass. (CAOA Chery/Divulgação)

Analisando diversos aspectos e revendo testes comparativos que fizemos nos últimos tempos, nós respondemos para você.

Assista o vídeo para conferir o que descobrimos.

Não esqueça de ativar as notificações para receber todas as novidades da QUATRO RODAS no You Tube e deixe seu comentário no vídeo. Queremos saber se você gostou.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Quatro Rodas impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 12,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.