Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Marchionne diz que FCA baterá metas de 2014

CEO afirma que já esperava desaceleração do mercado brasileiro

Por Redação Atualizado em 9 nov 2016, 13h46 - Publicado em 13 jun 2014, 18h13
mercado

A Fiat Chrysler Automobiles conseguirá atingir as metas estabelecidas para 2014. Ao menos é essa a opinião de Sergio Marchionne, CEO da companhia. Em entrevista ao site Automotive News, o executivo confirmou que já esperava vendas fracas no mercado brasileiro, bem como a estagnação na Europa.

“A Fiat manterá sua fatia de mercado (no Brasil), nas boas e más fases. Esperávamos por um ano difícil, até as eleições. A Copa do Mundo está distraindo as pessoas no momento, mas as eleições são a grande problema”, disse Marchionne. A notícia ainda menciona os motivos do esfriamento do mercado brasileiro, tais como a economia claudicante e a queda nas exportações.

Outra informação confirmada por Marchionne é o interesse da Fiat em encontrar uma parceira para desenvolver suas próprias picapes. “Estamos falando com todos. Incluindo a Mitsubishi”, afirmou, fazendo menção à possibilidade de a marca italiana lançar uma versão da L200 com seu emblema.

Continua após a publicidade

Publicidade