Clique e assine por apenas 8,90/mês

JAC T80 será o chinês mais tecnológico – e caro – do Brasil

SUV tem piloto automático adaptativo e alerta de colisão, mas custará cerca de R$ 130 mil

Por Henrique Rodriguez - Atualizado em 2 Maio 2018, 19h01 - Publicado em 2 Maio 2018, 18h32
JAC T80
SUV tem design interessante; rodas têm 18 polegadas Henrique Rodriguez/Quatro Rodas

A JAC Motors anunciou que ficará de fora do Salão do Automóvel deste ano, marcado para novembro.

Mas planeja para o mesmo mês o lançamento do T80, um SUV grande que será seu produto mais equipado e caro à venda no Brasil.

Com 4,79 metros de comprimento, 1,90 metro de largura, 1,76 metro de altura e 2,75 metros de distância entre-eixos, o JAC T80 tem sete lugares.

Por isso, será posicionado como concorrente dos novos  Volkswagen Tiguan, Peugeot 5008 e do Mitsubishi Outlander, além dos Honda CR-V e Chevrolet Equinox, com cinco lugares. 

JAC T80
As lanternas traseiras, de leds, estão fixadas na tampa do porta-malas Henrique Rodriguez/Quatro Rodas

O preço, contudo, ficará mais próximo de Peugeot 3008 e Jeep Compass: a JAC trabalha com preço estimado de R$ 130 mil.

O motor será um 2.0 turbo com injeção indireta semelhante ao da van T8, porém mais potente e com start-stop.

JAC T80
Motor 2.0 turbo não tem injeção direta, mas é todo protegido por capa plástica Henrique Rodriguez/Quatro Rodas

A fabricante diz estar trabalhando em um mapa de injeção exclusivo para o Brasil, por conta da gasolina com até 27,5% de álcool.

Isso elevaria a potência de 190 cv para cerca de 200 cv, mantendo os 30 mkgf de torque – a van T8 tem 175 cv e 26,5 mkgf.

Este motor estará combinado ao câmbio automatizado de dupla embreagem (imersas em óleo, diga-se) e seis marchas. A tração é sempre dianteira.

Na China, a fabricante destaca que 74% da carroceria é composta por aços de alta resistência.

A suspensão tem conjunto McPherson no eixo dianteiro e multilink no traseiro.

Continua após a publicidade
JAC T80
Tela do quadro de instrumentos digital tem 12,3 polegadas Henrique Rodriguez/Quatro Rodas

Não há, hoje, carro chinês mais tecnológico que o T80. Há quadro de instrumentos digital com tela de 12,3″, head-up display, quatro câmeras que garantem visão de 360° na central multimídia (como no Nissan Kicks), tampa do porta-malas com acionamento elétrico, direção elétrica, faróis e lanternas full-led e ar-condicionado automático dual-zone com saídas para a segunda e a terceira fileira de bancos.

A lista de equipamentos de segurança inclui piloto automático adaptativo, capaz de adaptar a velocidade do veículo ao fluxo da via, alerta de saída de faixa, alerta de colisão, sistema de frenagem de emergência e monitor de pontos cegos.

Apenas alguns de seus futuros concorrentes têm estes equipamentos e só nas versões mais caras.

JAC T80
Interior tem bom acabamento, mas plásticos que imitam fibra de carbono pecam pelo exagero Henrique Rodriguez/Quatro Rodas

No primeiro contato com o modelo, durante o Salão de Pequim, o JAC T80 chamou atenção pelos materiais de acabamento.

Enquanto o motor é é todo protegido por capa plástica, o painel tem superfície revestida de couro, as portas tem material emborrachado e o couro sintético dos bancos (com ajuste elétrico para os dianteiros) é de boa qualidade.

JAC T80
A grade esconde a câmera frontal e o radar do piloto automático adaptativo, que está sob a placa Henrique Rodriguez

Supera, por exemplo, o acabamento do Chevrolet Equinox. Mas o console central com textura que imita fibra de carbono é, no mínimo, exagerado. Sem contar que o estilo do painel, com quatro saídas de ar centrais, remete aos Mercedes.

Mas não basta entregar mais por menos. O grande desafio do JAC T80 será convencer o brasileiro a comprar o carro chinês mais caro do Brasil.

T5 será promovido a T50

Antes da estreia do T80 a JAC lançará no Brasil o T50. Na prática, é o SUV compacto T5 reestilizado e com nome e logotipos adaptados à nova fase da marca.

JAC T50
SUV compacto terá dianteira atualizada e novo nome Divulgação/JAC

O modelo ainda recebe novos para-choques, faróis e lanternas, além de grade com nova moldura e tampa do porta-malas redesenhada, adaptada às lanternas mais estreitas.

JAC T50
Lanternas traseiras estão mais estreitas Divulgação/JAC

Por dentro, destaque para o painel inteiramente novo, com a tela da central multimídia saltada. Seus botões físicos estão concentrados abaixo das saídas de ar centrais.

JAC T50
Painel é todo novo, mas acabamentos das portas e volante são os mesmos de hoje Divulgação/JAC

O JAC T50 ainda receberá o novo motor 1.6 16V a gasolina de 138 cv que acaba de estrear no  T40 CVT.

Continua após a publicidade
Publicidade