Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Garupa proibida em Honduras

Motocicleta passou a ser um veículo individual

Por Ismael Baubeta Atualizado em 9 nov 2016, 11h56 - Publicado em 17 fev 2012, 13h00
Passageiro agora não tem vez em Honduras

O Brasil não é o único país onde o ônus da criminalidade é transferido para os veículos e não para aqueles que cometem os crimes. Uma medida sugerida pelo próprio presidente Porfirio Lobo, proibindo o transporte de acompanhantes em motocicletas em Honduras, está em vigor desde dezembro e com um prazo experimental de seis meses.

O congresso do país decidiu adotar a medida depois dos assassinatos da jornalista Luz Marina Paz e seu motorista e também a do ex-assessor de segurança governamental Alfredo Landaverde, mortes que causaram comoção no país. Os assassinatos foram consumados por garupas de motociclistas. Esta medida, acreditam os congressitas, vai ajudar a combater os homicídios no país.

Publicidade