Clique e Assine QAUTRO RODAS por R$ 9,90/mês
Continua após publicidade

França instala radares antirruído para multar carros e motos barulhentos

O principal alvo são os motociclistas que modificam suas motos para fazerem mais barulho

Por João Vitor Ferreira
Atualizado em 7 jan 2022, 21h41 - Publicado em 7 jan 2022, 20h41

No Brasil, além dos fogos, outra “tradição” comum nas festas de fim de ano são os motoqueiros “cortando giro”, prática onde o motorista acelera a moto com a embreagem pressionada. Muitos ainda modificam o escapamento para aumentar o som gerado.

Assine a Quatro Rodas a partir de R$ 9,90

Mas parece que não é só aqui que o barulho excessivo de motores é um incômodo. Na França, o governo vai iniciar testes com radares antirruído que conseguem flagrar veículos que estão fazendo barulho acima do permitido.

Estes primeiros testes estão sendo feitos em uma rodovia na província de Yvelines, ao sudoeste de Paris. O local é rota de motociclistas que vão curtir o final de semana em meio a natureza, e o barulho alto e contínuo incomoda os moradores da região.

“É um ruído de fundo permanente, todo fim de semana. Mesmo de manhã e à noite há veículos e muitas motocicletas sem silenciador que fazem um ruído que pode chegar a 80 e até 100 decibéis”, explica Olivier Bedouelle, prefeito de Saint-Lambert, uma comuna da província.

Continua após a publicidade
Radar para ruido sonoro
Os radares do tipo medusa sçao equipados com câmera e microfone. Em cada ponto, serão instalados três desses que usam diferentes tecnologias para detectar o barulho (Bruitparif/Reprodução)

Além dessa rodovia, o governo francês já anunciou que vai instalar radares em vias urbanas. Entre os locais escolhidos estão a capital, Paris, as metrópoles de Lyon e Nice e as comunas de Bron, Villeneuve le Roi e Rueil Malmaison. Nesses casos, os radares serão instalados dentro de zonas urbanas, onde os veículos não podem passar dos 50 km/h.

Assim como na rodovia, nos outros pontos também serão instalados três tipos de radares, para testar suas diferentes tecnologias. Ao ultrapassar o limite sonoro, os equipamentos tiram uma foto da placa do veículo infrator, assim como os radares de velocidade.

Para o período de testes foi estabelecido um limite de 90 decibéis, que poderá ser alterado no futuro. Entretanto, a multa já foi definida: 135 euros, equivalente a R$ 864 em conversão direta.

Continua após a publicidade
Mapa dos radares na frança
Locais onde serão colocados os radares durante a fase de testes. A intenção é que em pouco tempo eles sejam instalados no resto do país (Ministério da Transição Ecológica da França/Reprodução)

De acordo com a ministra da Transição Ecológica, Bárbara Pompili, o prejuízo da poluição sonora, entre problemas de saúde e desvalorização imobiliária, chega aos 147 milhões de euros (aproximadamente R$ 940 milhões) para o governo francês. A OMS declarou que o ruído excessivo é responsável por cerca de 40.000 mortes prematuras na França, sendo o segundo fator ambiental que causa mais danos à saúde na Europa, atrás somente da poluição do ar.

Compartilhe essa matéria via:

No Brasil, a poluição sonora de motores, dependendo da intensidade e horário, pode caracterizar crime de perturbação de sossego. No caso das motocicletas com escapamento modificado é considerado infração grave de trânsito, acarretando em multa de R$195,23 e 5 pontos na carteira.

Não pode ir à banca comprar, mas não quer perder os conteúdos exclusivos da Quatro Rodas? Clique aqui e tenha o acesso digital.

Quatro Rodas 753 janeiro 2022 (1)
(Arte/Quatro Rodas)
Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Quatro Rodas impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 14,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.