Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Vereador quer tornar Belo Horizonte a capital nacional do Grau com moto

Bim da Ambulância é o vereador adepto da prática e planeja um local próprio para o esporte caso projeto seja aprovado

Por João Vitor Ferreira Atualizado em 30 jun 2021, 23h36 - Publicado em 30 jun 2021, 21h30
wheeling
Reprodução/Internet

Belo Horizonte é conhecida por seus bares, suas íngremes ladeiras e pelo pôr do Sol. Mas um projeto de lei quer trazer visibilidade para uma prática que vem ficando famosa na cidade e no resto do Brasil: o grau.

Clique aqui e assine Quatro Rodas por apenas R$ 8,90

“Chamar no grau” nada mais é do que a manobra de empinar a moto, deixando a roda dianteira no alto enquanto se equilibra na traseira. Embora chame atenção por sua dificuldade, essa manobra caracteriza uma infração gravíssima segundo artigo 244 do código de trânsito brasileiro, quando praticada nas vias públicas.

Quando praticado em local adequado, se torna um esporte conhecido como wheeling.

Simpatizante da prática, o vereador de Bim da Ambulância (PSD), enviou para a Câmara Municipal de Belo Horizonte (MG) um projeto de lei que pretende transformar a capital mineira na “capital nacional do grau”. Segundo o vereador, o prefeito já deu voto de confiança para o projeto, que só depende da aceitação da Câmara.

campeã de grau Dominick Argentino
A pilota profissional e campeã brasileira, Dominick Argentino, “dando um grau” em campeonato disputado na cidade de Ourinhos, interior de São Paulo, em 2019 Prefeitura de Caraguatatuba/Reprodução

“Esse projeto de lei é o começo. A partir daí, nós vamos brigar para criar um espaço público, onde as pessoas possam se reunir para praticar o grau, ou drift, ou fazer exibições. Atualmente, ele é um esporte e temos diversos representantes brasileiros que ganham a vida por causa do grau sendo influencers e com patrocínio.”, explica o vereador à QUATRO RODAS.

Continua após a publicidade

Nomes de adeptos do esporte estão ganhando destaque na internet. Alguns exemplos são o mineiro de BH Yuri Santana, mais conhecido como Cara de Óculos, e os paulistas Wesley Alemão e Éder do Grau, que tem mais de um milhão de inscritos em seu canal, “Puxou, Cortou e Raspou”, do YouTube.

O projeto de lei de Bim vem avançando na câmara dos vereadores de Belo Horizonte. Na última terça-feira (29), o texto foi aprovado pela Comissão de Legislação e Justiça (CLJ), onde recebeu parecer pela constitucionalidade, legalidade, e regimentalidade com a apresentação de emendas.

Entretanto, a relatora da proposta, a vereadora Fernanda Pereira Altoé (Novo), apontou ser contra o projeto, mesmo entendendo sua legalidade. Para ela o texto “dá margem para interpretação se o que se pretende homenagear é a manobra em si e não o esporte, o que acarretaria em ilegalidade da proposição por incentivar a prática de conduta ilegal pelo Código de Trânsito”. Como sugestão, a vereadora propôs a substituição do termo “grau” por “whellie”, nome pelo qual é mundialmente conhecido.

Quem propôs a PL, discorda: “O que ela (a vereadora Fernanda Pereira Altoé) quer é um olho clínico, com um termo mais embasado e referências internacionais. Só que ela esqueceu que esse é um projeto do povão. O que vale é o nome popular.”

éder grau dando grau
Éder posta vídeos no formato “daily vlog”, onde ele mostra suas motos e manobras Éder Grau/Internet

Independente do nome, o vereador traça planos ambiciosos. A sua intenção é transformar a Arena BH em um espaço onde, além de ser utilizado regularmente para prática do esporte, também sediará eventos de grau, drift e de carros esportivos. A estrutura também teria espaço para comerciantes fixos e ambulantes.

Enquanto o primeiro projeto não é aprovado, Bim diz já ter muita coisa planejada para o futuro: “Já conversei por telefone com pelo menos uns três ou quatro grandes empresários de Belo Horizonte que querem ser investidores de um evento de grande impacto.”

O vereador é conhecido pelos hábitos pouco convencionais. Além de ter participado de racha durante a pandemia, com direito a vídeo em suas redes sociais – onde também já publicou vídeos gravados quando estava no banheiro. Em 2017, foi preso em flagrante ao pousar de helicóptero em uma praia de Guarapari (ES). Ele é piloto e estava no comando da aeronave.

Não pode ir à banca comprar, mas não quer perder os conteúdos exclusivos da Quatro Rodas? Clique aqui e tenha o acesso digital

Capa de QUATRO RODAS 746
A edição 746 de QUATRO RODAS já está nas bancas! Arte/Quatro Rodas
Continua após a publicidade

Publicidade