Clique e Assine QAUTRO RODAS por R$ 9,90/mês
Continua após publicidade

Ford Ranger Raptor estreia com motor mais fraco que da Amarok V6

Versão com apelo off-road foi lançada na Tailândia com um 2.0 quatro-cilindros turbodiesel de 213 cv

Por Da Redação
Atualizado em 8 fev 2018, 13h56 - Publicado em 8 fev 2018, 11h57
Suspensão elevada, para-lamas alargados e um “Ford” enorme na grade: pelo menos no visual, essa Ranger é Raptor (Divulgação/Ford)

Possivelmente muito fã da Ford Ranger ficou entusiasmado quando os primeiros rumores que a marca estava desenvolvendo uma versão Raptor da picape chegaram à imprensa. Afinal, o nome batiza a versão mais nervosa da F-150, que na geração atual chega a 413 cv.

Bem, a Ranger Raptor foi revelada nesta quarta (07) na Tailândia, com um visual totalmente inspirado na F150 Raptor. Já o motor

O braço asiático da Ford optou por colocar na Ranger um modesto 2.0 biturbodiesel sequencial de quatro cilindros com 213 cv. Para efeito de comparação, a Ranger 3.2 vendida no Brasil tem 200 cv.

Os ganchos de reboque aguentam até 3,8 toneladas, mas a Raptor só consegue puxar até 2.500 kg (Divulgação/Ford)

É verdade que o torque é levemente maior: 51 mkgf, contra 47,9 mkgf da versão nacional. Mas nenhuma das especificações da Ranger Raptor supera a Volkswagem Amarok V6, atualmente a picape mais potente de seu segmento no país.

Continua após a publicidade
Na Tailândia a Ranger Raptor usa um quadro de instrumentos mais simples que o modelo parcialmente digital da versão argentina (Divulgação/Ford)

Conta a favor do modelo o novo câmbio automático de dez marchas – similar ao usado no Mustang -, que permite um melhor aproveitamento do motor, e a suspensão completamente remodelada.

A suspensão foi feita para encarar trilhas em alta velocidade. Com 213 cv, essa característica será mais útil em descidas no off-road (Divulgação/Ford)

O conjunto foi projetado para encarar trilhas em fora-de-estrada em alta velocidade. Ao contrário dos dados do motor, as medidas do conjunto são impressionantes: 28,3 cm de altura livre do solo, 32,5º de ângulo de entrada e 24º de saída.

O 2.0 de quatro cilindros a diesel usa dois turbos sequenciais para reduzir o atraso na resposta (Divulgação/Ford)

Os para-lamas abaulados e para-choque com ganchos de reboque duplos caíram como uma dieta de Whey e batata doce pra Ranger Raptor. São 5,4 m de comprimento, 1,87 m de altura e enormes 2,18 m de largura.

Os enormes pneus 285/70 R17 são recheados com freios de 13 polegadas de diâmetro (Divulgação/Ford)

Comparado ao exterior, a cabine é muito mais discreta. O acabamento é próximo ao usado no modelo vendido por aqui, mas a Raptor já usa o novo sistema multimídia Sync 3. O volante com faixa vermelha e bancos exclusivos estão entre os poucos itens exclusivos.

Por enquanto não há planos da nova Ranger Raptor ser vendida no Brasil.

Continua após a publicidade

 

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Quatro Rodas impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 14,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.