Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Ford Ranger já tem novo visual e motor de 213 cv da Raptor na Tailândia

Picape média ganhou grade inspirada no modelo norte-americano e novos detalhes de acabamento, e ainda tem novo motor 2.0 biturbo a diesel

Por Gabriel Aguiar Atualizado em 7 nov 2020, 09h31 - Publicado em 6 nov 2020, 07h00
Grade da versão Wildtrak retomou prolongamento que existia antes da reestilização Internet/Reprodução

Por aqui, a Ford Ranger mudou há pouco mais de um ano. Mas, na Ásia, a picape já está de cara nova e, acredite se quiser: parece ter inspiração no modelo pré-reestilização, com misturas do modelo vendido nos EUA e daquele vendido no Brasil.

Quer ter acesso a todos os conteúdos exclusivos de Quatro Rodas? Clique aqui e assine por apenas R$ 5,90

As novidades serão aplicadas a toda a linha já neste ano no mercado Tailandês. Isso também vale para a versão aventureira Wildtrak e a “esportiva” XL Street. Em todos os casos, as mudanças se concentram principalmente na grade dianteira.

Ainda há detalhes menos chamativos, como é o caso das rodas pintadas da preto e novas combinações de acabamento na cabine, com peças pintadas de laranja na configuração de apelo fora de estrada, enquanto a opção XLT recebeu mais cromados.

Reprodução/Internet

Em relação à motorização, a Ford Ranger manterá as mesmas opções que eram vendidas no mercado asiático até então: 2.2 turbodiesel de 160 cv para as opções de entrada, além do 2.0 turbodiesel de 180 cv, além do 2.0 biturbo a diesel de 213 cv. Este mais potente é o mesmo motor da Ranger Raptor.

  • Divulgação/Ford
    Apesar da nova grade, o para-choque é o mesmo de antes Internet/Reprodução

    Não pode ir à banca comprar, mas não quer perder os conteúdos exclusivos da Quatro Rodas? Clique aqui e tenha o acesso digital.

    Continua após a publicidade
    Publicidade