Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Ford Equator é irmão maior e mais luxuoso do Territory

SUV chinês tem versões de 8, 7 e 6 lugares, e interior que lembra muito os carros da Mercedes

Por Henrique Rodriguez 22 mar 2021, 17h00
Ford Equator 225 china
Divulgação/Ford

Antecipado por flagras há alguns meses, o Ford Equator foi anunciado oficialmente na China, onde começa a ser vendido no final de março. O SUV de oito lugares é quase tão grande quanto um Ford Explorer, mas foi pensado para o mercado Chinês.

Clique aqui e assine Quatro Rodas por apenas R$ 7,90

O Equator é mas um modelo desenvolvido pela joint venture entre a Ford e a fabricante chinesa Jiangling Motors, assim com o Ford Territory vendido no Brasil. Além das cores chamativas escolhidas para a carroceria e para o interior, chama atenção as dimensões do SUV.

Ford Equator 225 china
Divulgação/Ford

São 4,90 m de comprimento, 1,90 m de largura e 1,75 m de altura, com 2,86 m de entre eixos. Para efeito de comparação, o Explorer norte-americano tem 5,05 m de comprimento.

Ford Equator 225 china
Divulgação/Ford

Não à toa, há espaço suficiente para o modelo ser oferecido em versões de 8, 7 e 6 lugares, sendo este último com bancos independentes em cada uma das três fileiras de assentos. Inclusive, as duas primeiras fileiras têm ajuste elétrico.

Continua após a publicidade

Ford Equator 225 china
Divulgação/Ford

O interior é repleto de materiais de toque macio, com destaque para o material que imita couro no painel e não faz questão de esconder suas costuras. Também há imitação de madeira e, por fim, as duas telas de 12,3 polegadas que imitam o sistema MBUX da Mercedes-Benz.

Ford Equator 225 china
Divulgação/Ford

Apesar de tudo ser grandioso no Equator, seu estilo é dominado por elementos pequenos. É o caso dos faróis full-led, escondidos nos nichos que em outros tempos seriam das lanternas de neblina. Na parte superior, rente ao capô, ficam as luzes diurnas de led emolduradas por um friso cromado. As lanternas traseiras são estreitas e se integram por meio de uma barra iluminada.

Ford Equator 225 china
Divulgação/Ford

O motor é identificado como EcoBoost, mas trata-se de motor da própria Jiangling. É um 2.0 turbo que gera 224 cv e 36,7 kgfm combinado com câmbio automatizado de dupla embreagem e seis marchas. A tração é dianteira por padrão, mas tração integral será opcional.

Ford Equator 225 china
Divulgação/Ford

Na China, ele deverá ficar logo abaixo do Ford Road Shaker, a versão chinesa do Ford Everest – o SUV baseado na picape Ranger. Apesar das dimensões semelhantes, o Everest é mais alto e tem mais capacidade off-road. E ao que tudo indica, o projeto do Equator não tem conexão direta com nenhum modelo da Ford ocidental, tal qual o Territory.

Não pode ir à banca comprar, mas não quer perder os conteúdos exclusivos da Quatro Rodas? Clique aqui e tenha o acesso digital.

capa 743

Continua após a publicidade

Publicidade