Flagra: Peugeot 2008 reestilizado enfim aparece, e será lançado em breve

Reestilização do SUV compacto aparece sem camuflagem e chega no segundo trimestre deste ano, com mais de dois anos de atraso em relação à Europa

Peugeot 2008 muda no Brasil dois anos depois da Europa

Peugeot 2008 muda no Brasil dois anos depois da Europa (Rodrigo Ribero/Quatro Rodas)

Com atraso de mais de dois anos em relação à Europa, que viu o visual do modelo ser atualizado em fevereiro de 2016, a Peugeot finalmente lançará no Brasil a reestilização de meia-vida do Peugeot 2008.

O repórter Rodrigo Ribeiro, de QUATRO RODAS, flagrou uma unidade sem qualquer tipo de camuflagem rodando em uma alça de retorno da rodovia SP-342 (Campinas-Mogi Mirim).

A placa PEU 2O08 – padrão Mercosul – e a câmera go pro presa com fita isolante logo acima da grade sugerem se tratar de uma filmagem de divulgação do modelo. Isso indica que o lançamento está bem próximo, e deve ocorrer no segundo trimestre deste ano.

Mudanças na parte traseira são ainda mais sutis

Mudanças na parte traseira são ainda mais sutis (Rodrigo Ribero/Quatro Rodas)

Difícil é reconhecer as mudanças estéticas pelas quais o 2008 passará. Apenas um olhar mais atento perceberá que a grade está mais destacada no balanço dianteiro, em posição quase vertical e com divisórias internas pontilhadas, não mais por barras horizontais.

Com isso, o capô teve a abertura recuada em alguns centímetros, deixando o balanço dianteiro com aspecto mais elevado e musculoso. A insígnia da marca também foi reposicionada, para o miolo da grade.

Os recortes do para-choque também mudaram, principalmente os que contornam os faróis de neblina. Já na parte traseira as modificações são bem mais sutis e se limitam ao aplique que integra os refletores no para-choque .

Novo Peugeot 2008 tem visual ligeiramente mais musculoso

Novo Peugeot 2008 tem visual ligeiramente mais musculoso (Rodrigo Ribero/Quatro Rodas)

Em relação a conjunto mecânico, o novo 2008 deve manter a opção quatro cilindros 1.6 naturalmente aspirada e flex de 118 cv, aliada a câmbio manual de cinco ou automático de seis marchas.

A grande dúvida: a versão 1.6 THP turbo flex de 173 cv será mantida? No 2008 atual ela só é oferecida com caixa manual – nós já explicamos por quê – e tem pouquíssimo apelo em vendas, justamente pela ausência de uma configuração automática.

Sua manutenção só se justificaria com a inclusão do sistema com conversor de torque da Aisin, o que acarretaria custos de adaptação e deixaria o 2008 muito próximo ao irmão de plataforma Citroën C4 Cactus nas faixas de preço.

QUATRO RODAS aposta que o grupo PSA preferirá focar na venda do 2008 1.6 aspirado automático, com tíquete médio abaixo do C4 Cactus.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s