Fiat reduz preço do Grand Siena com chegada do Cronos

O lançamento da marca de Betim provocou reposicionamento de valores. Sedã baseado no Palio passa a ser a opção de entrada

Fiat Grand Siena Attractive 1.0 Grand Siena passa a ser o sedã de entrada da Fiat

Grand Siena passa a ser o sedã de entrada da Fiat (Divulgação/Fiat)

A estratégia da Fiat em vender o Cronos com preços a partir de R$ 53.990 foi agressiva.

O novo sedã compacto é mais barato que a maioria dos seus principais concorrentes e levou a Fiat a rever os preços dentro de casa.

O Grand Siena, que estreou aqui em 2012, foi reposicionado.

A versão Essence 1.6, que custava a partir de R$ 58.690, saiu de linha e a versão Attractive 1.4 teve seu preço reduzido de R$ 54.090 para R$ 50.990. 

Já a configuração Attractive 1.0 permanece em linha pelos mesmos R$ 46.690.

Fiat Grand Siena Attractive 1.0 Quatro saídas de ar no centro era destaque do Grand Siena

Quatro saídas de ar no centro era destaque do Grand Siena (Divulgação/Fiat)

Com a chegada do Cronos, o Grand Siena passa a atuar como o sedã de entrada da marca, posição já ocupada pelos Siena EL e Siena Fire. E não há qualquer plano de atualização para ele.

Seis anos de diferença

De fato, seria estranho cobrar mais caro por um carro mais antigo e tecnicamente inferior. Derivado do Palio, que acaba de sair de linha, o Grand Siena mantém os motores Fire EVO, derivado dos Fire lançados por aqui há 20 anos. O 1.0 gera 75/73 cv e o 1.4, 88/85 cv.

Já o Cronos, na versão de entrada, vem com o quatro-cilindros 1.3 8V com 109/101 cv da família Firefly, lançada em 2016.

Traseira adota linhas inspiradas no Fiat Tipo europeu

Traseira adota linhas inspiradas no Fiat Tipo europeu (Divulgação/Fiat)

O sedã derivado do Argo também é maior. No comprimento são 436,4 cm no Cronos contra 429 cm do Grand Siena; o entre-eixos é de 252,1 cm contra 251 e a largura, de 172,6 cm supera em 2,6 cm os 170 cm do Sienão.

Apenas na altura o sedã derivado do Palio é superior, mas são apenas 2 mm a mais: 151 cm para 150,8 cm.

De série, o Cronos tem direção elétrica, painel de instrumentos com display TFT de 3,5 polegadas, sistema de monitoramento de pressão dos pneus, cinto de segurança de três pontos e apoio de cabeça para os cinco passageiros e rádio com conexão USB e Bluetooth – o sistema multimídia Uconnect Touch de 7 polegadas aparece apenas na versão Drive, por R$ 55.990. 

Banco traseiro foi redesenhado para se adequar ao três volumes Banco traseiro foi redesenhado para se adequar ao três volumes

Banco traseiro foi redesenhado para se adequar ao três volumes (Christian Castanho/Quatro Rodas)

Fiat Grand Siena Há três apoios de cabeça na traseira

Há três apoios de cabeça na traseira (Marco de Bari/Quatro Rodas)

O veterano Grand Siena tem direção com assistência hidráulica, computador de bordo, freios ABS, volante com regulagem de altura e rádio.

A versão 1.0, porém, abre mão de faróis de neblina, pintura nos espelhos e maçanetas e do sistema de som. Além disso, as rodas de aço aro 15″ são trocadas por aro 14″.

Ambos contam com ar-condicionado manual, vidros elétricos na dianteira, duplo airbag (motorista e passageiro) e banco do motorista com regulagem de altura. O porta-malas do Cronos tem 5 litros a mais: 525 l contra 520 l.

Comparativo Fiat Cronos x Volkswagen Virtus No porta-malas do Cronos são 525 litros e mola a gás para aliviar o peso da tampa

No porta-malas do Cronos são 525 litros e mola a gás para aliviar o peso da tampa (Christian Castanho/Quatro Rodas)

Fiat Grand Siena Porta-malas tem abertura ampla e capacidade de 520 litros no Grand Siena

Porta-malas tem abertura ampla e capacidade de 520 litros no Grand Siena (Marco de Bari/Quatro Rodas)

Em 2017, segundo dados da Fenabrave, o Grand Siena ocupou o 32° lugar no ranking de vendas com 24.955 unidades. No entanto, o desempenho deverá ser inferior com a chegada do Cronos.

O sedã que acaba de chegar terá pela frente diversas opções: Chevrolet Cobalt (R$ 66.590 até R$ 73.890); Fiesta Sedan (R$ 67.260 até R$ 81.760); Honda City (R$ 60.900 até R$ 83.400); Hyundai HB20S (R$ 50.990 até R$ 71.580); Nissan Versa (R$ 48.990 até R$ 68.480) e o Toyota Etios Sedã (R$ 52.190 até R$ 69.990).

Além, claro, do grande rival e recém-lançado VW Virtus (R$ 59.990 até R$ 79.990).

Assinantes do site de QUATRO RODAS podem ler o comparativo entre os dois modelos – clique aqui para acessá-lo!

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

  1. Marioneide Santos

    Fala sério essa Fiat tá com muita putaria não pode mais comprar carro da Fiat que fica só saindo de linha eles lançando o outro porque não melhora só os que tem o Linea é um carro bonito saiu de linha o preço caiu lá embaixo

  2. Domenico Cirqueira Costa

    Não faz mais do que a obrigação.