Clique e assine por apenas 8,90/mês

Fiat reduz preço do Grand Siena com chegada do Cronos

O lançamento da marca de Betim provocou reposicionamento de valores. Sedã baseado no Palio passa a ser a opção de entrada

Por Mateus Silveira - Atualizado em 23 fev 2018, 22h46 - Publicado em 23 fev 2018, 19h21
Fiat Grand Siena Attractive 1.0
Grand Siena passa a ser o sedã de entrada da Fiat Divulgação/Fiat

A estratégia da Fiat em vender o Cronos com preços a partir de R$ 53.990 foi agressiva.

O novo sedã compacto é mais barato que a maioria dos seus principais concorrentes e levou a Fiat a rever os preços dentro de casa.

O Grand Siena, que estreou aqui em 2012, foi reposicionado.

A versão Essence 1.6, que custava a partir de R$ 58.690, saiu de linha e a versão Attractive 1.4 teve seu preço reduzido de R$ 54.090 para R$ 50.990. 

Já a configuração Attractive 1.0 permanece em linha pelos mesmos R$ 46.690.

Fiat Grand Siena Attractive 1.0
Quatro saídas de ar no centro era destaque do Grand Siena Divulgação/Fiat

Com a chegada do Cronos, o Grand Siena passa a atuar como o sedã de entrada da marca, posição já ocupada pelos Siena EL e Siena Fire. E não há qualquer plano de atualização para ele.

Seis anos de diferença

De fato, seria estranho cobrar mais caro por um carro mais antigo e tecnicamente inferior. Derivado do Palio, que acaba de sair de linha, o Grand Siena mantém os motores Fire EVO, derivado dos Fire lançados por aqui há 20 anos. O 1.0 gera 75/73 cv e o 1.4, 88/85 cv.

Já o Cronos, na versão de entrada, vem com o quatro-cilindros 1.3 8V com 109/101 cv da família Firefly, lançada em 2016.

Traseira adota linhas inspiradas no Fiat Tipo europeu Divulgação/Fiat

O sedã derivado do Argo também é maior. No comprimento são 436,4 cm no Cronos contra 429 cm do Grand Siena; o entre-eixos é de 252,1 cm contra 251 e a largura, de 172,6 cm supera em 2,6 cm os 170 cm do Sienão.

Continua após a publicidade

Apenas na altura o sedã derivado do Palio é superior, mas são apenas 2 mm a mais: 151 cm para 150,8 cm.

De série, o Cronos tem direção elétrica, painel de instrumentos com display TFT de 3,5 polegadas, sistema de monitoramento de pressão dos pneus, cinto de segurança de três pontos e apoio de cabeça para os cinco passageiros e rádio com conexão USB e Bluetooth – o sistema multimídia Uconnect Touch de 7 polegadas aparece apenas na versão Drive, por R$ 55.990. 

Banco traseiro foi redesenhado para se adequar ao três volumes
Banco traseiro foi redesenhado para se adequar ao três volumes Christian Castanho/Quatro Rodas
Fiat Grand Siena
Há três apoios de cabeça na traseira Marco de Bari/Quatro Rodas

O veterano Grand Siena tem direção com assistência hidráulica, computador de bordo, freios ABS, volante com regulagem de altura e rádio.

A versão 1.0, porém, abre mão de faróis de neblina, pintura nos espelhos e maçanetas e do sistema de som. Além disso, as rodas de aço aro 15″ são trocadas por aro 14″.

Ambos contam com ar-condicionado manual, vidros elétricos na dianteira, duplo airbag (motorista e passageiro) e banco do motorista com regulagem de altura. O porta-malas do Cronos tem 5 litros a mais: 525 l contra 520 l.

Comparativo Fiat Cronos x Volkswagen Virtus
No porta-malas do Cronos são 525 litros e mola a gás para aliviar o peso da tampa Christian Castanho/Quatro Rodas
Fiat Grand Siena
Porta-malas tem abertura ampla e capacidade de 520 litros no Grand Siena Marco de Bari/Quatro Rodas

Em 2017, segundo dados da Fenabrave, o Grand Siena ocupou o 32° lugar no ranking de vendas com 24.955 unidades. No entanto, o desempenho deverá ser inferior com a chegada do Cronos.

O sedã que acaba de chegar terá pela frente diversas opções: Chevrolet Cobalt (R$ 66.590 até R$ 73.890); Fiesta Sedan (R$ 67.260 até R$ 81.760); Honda City (R$ 60.900 até R$ 83.400); Hyundai HB20S (R$ 50.990 até R$ 71.580); Nissan Versa (R$ 48.990 até R$ 68.480) e o Toyota Etios Sedã (R$ 52.190 até R$ 69.990).

Além, claro, do grande rival e recém-lançado VW Virtus (R$ 59.990 até R$ 79.990).

Assinantes do site de QUATRO RODAS podem ler o comparativo entre os dois modelos – clique aqui para acessá-lo!

Continua após a publicidade
Publicidade