Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Ferrari confirma lançamento de SUV e sucessora da LaFerrari

Utilitário batizado de Purosangue terá motor híbrido; Marca traça planos ambiciosos até 2022

Por Raphael Panaro Atualizado em 20 set 2018, 10h01 - Publicado em 20 set 2018, 09h48
A Ferrari surpreendeu ao confirmar e revelar que produzirá um SUV. Modelo era chamado pelo codinome F16X Divulgação/Ferrari

A apresentação das inéditas Monza SP1 e SP2 foi apenas a cereja do bolo no evento realizado pela Ferrari para investidores e clientes mais especiais essa semana na Itália. O novo CEO da marca, Louis Camilleri, abriu informações reveladoras do futuro da fabricante.

A primeira delas é que 15 novos produtos serão lançados entre 2019 e 2022. Dentre essas novidades está uma que há muito tempo vinha sendo especulada e vai levar os puristas à loucura.

Slide da apresentação para investidores e clientes revela o que a marca está tramando para o futuro Divulgação/Ferrari

A marca finalmente se rende e vai produzir um SUV. Até o nome foi revelado: Purosangue. Camilleri, no entanto, evitou chamar o SUV de SUV e disse que o novo produto será um Gran Turismo – traduzindo, estaria mais perto de um Porsche Panamera do que propriamente um Cayenne.

A Ferrari criou até uma nomenclatura: FUV ou Ferrari Utility Vehicle. SUV ou FUV, a promessa é de que alie desempenho e o prazer de dirigir de um esportivo com o conforto e espaço de um utilitário.

O que está confirmado é que o Purosangue terá distância maior do solo que os atuais modelos da Ferrari, motorização híbrida, capacidade para levar quatro pessoas e transmissão automatizada de dupla embreagem e sete marchas.

Utilitário pode ser apresentado no próximo ano, mas vendas devem começar apenas em 2022 Divulgação/Ferrari

A expectativa é que as vendas do SUV seja um dos últimos lançamentos do atual ciclo de investimento e só chegue em 2022. O Purosangue vai entrar o hall dos SUVs premium, onde habitam Lamborghini Urus, Rolls-Royce Cullinan e Bentley Bentayga.

Continua após a publicidade

A segunda tange os hipercarros. A LaFerrari ganhará uma segunda geração. A sucessora deve melhorar a dinâmica e ter mais que os 963 cv produzidos pelo conjunto motriz híbrido.

Motores

Outra revelação é a criação de um novo motor V6. Ainda sem muitas informações, a unidade será mais uma opção frente ao V8 3.9 biturbo e ao V12 6.5 de aspiração natural. Há ainda planos para motorizações híbridas turbinadas, com mais de 400 cv por litro e turbo lag nulo.

Um novo V6 vai se juntar à família de motores com opção híbrida Divulgação/Ferrari

Eles deverão ser oferecidos no próprio Purosangue e futuros produtos. A Ferrari diz que até 2022, 60% de sua linha terá um motor a combustão trabalhando em conjunto com com outro elétrico.

A novidade menos impactante, mas ainda sim importante, é que a marca trabalha na remodelação da cabine de seus carros. Um novo painel de instrumentos, volante e sistema multimídia vão aparecer nos próximos lançamentos.

  • E a exemplo da McLaren, a Ferrari também vai passar colocar seus modelos em grupos: Sport, Gran Turismo, Séries Especiais e Icona. Os primeiros integrantes dessa última divisão foram os modelos Monza SP1 e SP2.

     

    Continua após a publicidade
    Publicidade