Clique e Assine QAUTRO RODAS por R$ 9,90/mês
Continua após publicidade

Exclusivo: novo Chevrolet Tracker terá motores 1.0 e 1.2 turbo no Brasil

Motores da família CSS Prime terão turbo e injeção direta flex no Brasil

Por Henrique Rodriguez Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
22 jan 2019, 20h39
  • Seguir materia Seguindo materia
  • SUV está maior e terá motores 1.0 e 1.2 turbo (Reprodução/Internet)

    A nova geração do Chevrolet Tracker já está pronta, mas lá na China. Por aqui, ela só deverá desembarcar em 2020, como ano-modelo 2021, mas com motores mais potentes. Quer dizer… Isso se a GM continuar no Brasil até lá.

    Publicidade

    QUATRO RODAS teve acesso a uma lista preliminar de versões do modelo para o Brasil e Mercosul. Nela constam as versões LS e LT com motores três-cilindros 1.0 e 1.2 da família CSS Prime, ambos com turbo e injeção direta flex, no Brasil. A versão Premier, por sua vez, terá apenas o inédito motor 1.2 turbo.

    Publicidade

    Na China, o novo Tracker foi homologado apenas com o motor 1.0 turbo em versão de 116 cv. A expectativa é que essa potência suba para algo ao redor dos 120 cv quando adaptada para também queimar etanol.

    Traseira do modelo mostrado na China tem lanternas próximas ao vidro traseiro (Reprodução/Internet)

    Há uma variante mais potente deste motor na China com 125 cv. A diferença está na injeção, que pode ser direta (na câmara de combustão) e indireta (no coletor de admissão) dependendo da necessidade de força, como o 2.0 TSI do Golf GTI. Pela maior complexidade, essa versão não deve ser usada no Brasil.

    Publicidade

    Essa tecnologia é usada no maior motor desta família, um 1.3 turbo, que equipa o Buick Excelle na China. Ele tem 163 cv e 23,5 mkgf de torque e é combinado a um câmbio automatizado de dupla embreagem com seis marchas.

    Novos motores já estão em uso na China (Divulgação/Chevrolet)

    O motor 1.2 turbo flex pode ser uma variação dele apenas com injeção direta e aproximadamente 150 cv – o suficiente para substituir o atual 1.4 Ecotec de 153 cv. O atual câmbio automático de seis marchas será mantido por aqui.

    Publicidade
    Continua após a publicidade

    A princípio, o motor 1.2 turbo será exclusividade do Tracker. Os novos Onix e Prisma, derivados da mesma plataforma GEM, receberão uma versão aspirada do motor 1.2 nas versões de entrada destinada a países do Mercosul.

    Ele substituirá o 1.0 aspirado flex que será usado no Brasil. Ambos terão cerca de 90 cv.

    Publicidade
    Publicidade

    Publicidade

    Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

    Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

    Domine o fato. Confie na fonte.

    10 grandes marcas em uma única assinatura digital

    MELHOR
    OFERTA

    Digital Completo
    Digital Completo

    Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

    a partir de 9,90/mês*

    ou
    Impressa + Digital
    Impressa + Digital

    Receba Quatro Rodas impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

    a partir de 14,90/mês

    *Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
    *Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

    PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
    Fechar

    Não vá embora sem ler essa matéria!
    Assista um anúncio e leia grátis
    CLIQUE AQUI.