Clique e assine por apenas 8,90/mês

Esse dia chegou: VW Gol GTi é arrematado por R$ 118.500 em leilão

Versão esportiva do carro mais popular do Brasil consolida a valorização dos clássicos nacionais antes mesmo dos 30 anos

Por Felipe Bitu - Atualizado em 20 jul 2020, 18h50 - Publicado em 20 jul 2020, 17h54
Exemplar cinza spectruz tem ar-condicionado e direção hidráulica de fábrica Reprodução/Internet

A covid-19 suspendeu eventos importantes como o Encontro Brasileiro de Autos Antigos (Águas de Lindóia), o Brazil Classics Show (Araxá) e o Encontro Paulista de Autos Antigos (Vinhedo). O tradicional Circuito de Leilões de Veículos Antigos e Clássicos, por sua vez, foi realizado sem público e transmitido ao vivo pelo YouTube.

Quer ter acesso a todos os conteúdos exclusivos de Quatro Rodas? Clique aqui e assine com 64% de desconto.

Organizado pela Talladega Motors, o leilão deste ano ofereceu 65 veículos de todas as épocas e nacionalidades e chamou atenção pela raridade de modelos como os Oakland Two Door Sedan 1925, DeSoto Six Roadster 1930 e Riley RMA 1946. Os lances foram recebidos pela internet e muitos foram arrematados por valores bem acima do valor de reserva.

DeSoto Six Roadster 1930 Reprodução/Internet

Mas o destaque entre os nacionais ficou para o Volkswagen Gol GTi 1993. Mas não foi só pelo estado do exemplar da versão esportiva que marcou a história da indústria brasileira por ter sido nosso primeiro automóvel equipado com injeção eletrônica.

Reprodução/Internet

O clássico nacional foi arrematado por R$ 118.500, valor bem acima da média mas que reafirma a tão desejada valorização dos modelos nacionais.

“Ainda estamos surpresos com a repercussão mas entendemos que trata-se de um modelo que foi objeto de desejo de várias gerações”, conta José Paulo Parra, organizador do leilão.

Reprodução/Internet

“O apelo emocional de um esportivo dos anos 80 e 90 é altíssimo e muitos jovens daquela época só agora possuem condições financeiras de investir em um sonho”.

Continua após a publicidade

Parra também evidencia que a memória afetiva influencia na valorização e rentabilidade de alguns modelos:  “Os Fords Modelo A dos anos 1920 são presença quase obrigatória em qualquer coleção mas já não têm o mesmo carisma, não evocam as mesmas sensações, pois foram poucas as pessoas que os viram circulando nas ruas.”

Reprodução/Internet

“A bola da vez são os modelos dos anos 90” – conta Fábio Pagotto, antigomobilista, historiador e um dos presentes no evento de Vinhedo. “São modelos prestes a completar 30 anos e que finalmente alcançam status de coleção. E vale não apenas para o Gol GTI como também para importados igualmente exclusivos na época como o BMW Série 3”.

Reprodução/Internet

Foi o caso do Mitsubishi Eclipse GS 1992, arrematado por R$ 49.000. “Importante frisar que se trata da versão com o motor 2.0 aspirado de 136 cv”, diz Parra.

“Um Eclipse com motor turbo provavelmente alcançaria um valor ainda mais elevado por se tratar de um modelo que marcou o período logo após a abertura das importações”.

Reprodução/Internet

A próxima edição do Circuito de Leilões de Veículos Antigos e Clássicos será realizada na cidade de Belo Horizonte, MG no próximo dia 05 de setembro. Inscrições podem ser feitas aqui.

Não pode ir à banca comprar, mas não quer perder os conteúdos exclusivos da edição de maio da Quatro Rodas? Clique aqui e tenha o acesso digital.

Continua após a publicidade
Publicidade