Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Dez caminhões com mais de 1.000 cv disputam corrida de arrancada nos EUA

Com mais de 1.000 cv as carretas aceleram próximo aos 200 km/h deixando muita fumaça pelo caminho

Por João Vitor Ferreira Atualizado em 8 nov 2021, 16h22 - Publicado em 6 nov 2021, 08h52

Normalmente as corridas de arrancada envolvem superesportivos e potentes motores modificados. Veículos da Bugatti, Lamborghini, Ferrari, carros mais modestos — porém transformados — e até um caça militar já foram protagonistas de grandes disputas de velocidade. Uma drag race entre caminhões, porém, nos parece algo inédito.

Black Friday! Assine a Quatro Rodas a partir de R$ 6,90

A corrida aconteceu durante o Texas Half Mile, um evento de arrancadas nos Estados Unidos. Os participantes eram quase todos caminhões da Peterbilt, com as mais diferentes cores e personalizações. Porém, o que todos tinham em comum, era o fato de serem verdadeiros veículos de trabalho, que viajam longas distâncias diariamente levando cargas pesadas.

Outra característica em comum dos caminhões era a potência e torque, que passavam facilmente a casa dos 1.000 cv e 150 kgfm. E claro, não podemos nos esquecer da grande quantidade de fumaça preta que era emitida pelos escapamentos a cada arrancada.

Continua após a publicidade

Não deixe esses brutamontes te enganarem. Mesmo pesando mais de 9 toneladas, o caminhão mais rápido do evento chegou a registrar 188 km/h. A marca foi atingida em uma corrida de aproximadamente 800 metros (ou meia milha) contra a segunda carreta mais rápida, que não fez feio e chegou aos 185 km/h.

Caminhões após a largada
As carretas que ficaram para trás, tiveram que lidar com a grande quantidade de fumaça Reprodução/Internet

O mais impressionante foi quando dez deles se juntaram na linha de largada para correr simultaneamente. Todas as carretas se alinharam e saíram juntas em direção ao fim da pista. Bom, quase todas: as mais lentas, acabaram sendo engolidas pela densa nuvem de fumaça.

Caminhão azul e branco
Reprodução/Internet

Os autores do vídeo se empolgaram tanto com a quantidade de caminhões correndo juntos, que até cogitaram um possível recorde mundial quebrado. Se essa é a arrancada com o maior número de caminhões, ainda não podemos afirmar. Mas, sem dúvidas, deve ser a que abriu um dos maiores buracos na camada de ozônio.

Não pode ir à banca comprar, mas não quer perder os conteúdos exclusivos da Quatro Rodas? Clique aqui e tenha o acesso digital.

A edição 750 de QUATRO RODAS já está nas bancas!
A edição 750 de QUATRO RODAS já está nas bancas! Arte/Quatro Rodas
Continua após a publicidade

Publicidade