Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Fusca com motor de Tesla vence arrancada contra um Porsche 911 GT3 RS

De um lado, um superesportivo com seis cilindros a combustão. Do outro, um clássico trazido para a modernidade dos elétricos. Quem levou a melhor?

Por João Vitor Ferreira Atualizado em 4 nov 2021, 21h55 - Publicado em 4 nov 2021, 20h30
Fusca elétrico contra Porsche GT3 RS
Fusca elétrico contra Porsche GT3 RS Reprodução/Internet

Depois da insana arrancada disputada entre um Bugatti Chiron e um carro oficial de Fórmula 1, o canal britânico Carwow promoveu um encontro ainda mais inusitado. Se na ocasião anterior os dois modelos eram claramente super potentes, dessa vez um dos concorrentes precisou de “leves” modificações para poder se equiparar ao adversário.

Assine Quatro Rodas por apenas R$ 12,90

De um lado, um Porsche 911 GT3 RS com seu motor seis cilindros 4.0 e transmissão automática de sete marchas com dupla embreagem. Do outro, um Fusca 1972 equipado com nada menos que o motor do Tesla Model S.

No papel, o Porsche leva a melhor com seus 527 cv de potência, contra 456 cv do fusquinha. Já na força, o Fusca elétrico é superior com seus 68,83 kgfm, bem mais do que os 47,92 kgfm do 911. Por fim, o Volkswagen é quase 400 kg mais leve que o rival, pesando 1050 kg contra 1430 kg do Porsche.

Com os carros posicionados, é dada a primeira largada e, apesar de ter torque maior e instantâneo, o Fusca (ou seria o piloto?) se atrapalha e é superado pelo GT3 com tração traseira. 

Fusca elétrico contra Porsche GT3 RS largada
O Fusca se saiu pior na primeira largada, mas conseguiu mostrar a eficiência de uma entrega constante de força nesse tipo de corrida Reprodução/Internet
Continua após a publicidade

De volta ao começo da pista, os carros se preparam para uma segunda arrancada. Mas, dessa vez, o VW consegue tirar proveito da sua vantagem de força e peso, saindo na frente. O GT3 não faz feio e consegue tirar boa parte da diferença nos metros finais. Porém, mesmo com tempo de 0 a 100 km/h de 3 segundos, o esportivo não conseguiu superar o fusquinha.

Fusca com motor de tesla
Os motor e bateria de um Tesla Model S foram equipados ao Fusca para que ele pudesse correr em pé de igualdade com o GT3 Reprodução/Internet

Para a corrida de desempate, os pilotos trocam de carro e, mais uma vez, o Fusca vence por muito pouco. Segundo a medição feita, o vencedor do desafio foi capaz de percorrer o quarto de milha (aproximadamente 402 metros) em 11 segundos, enquanto o GT3 completou 11,1 segundos.

A explicação para isso, deve-se ao motor elétrico dispensar o uso de câmbio, enquanto a transmissão do Porsche, embora seja uma das mais rápidas e eficientes da indústria, ainda leva pequena desvantagem quando os carros largam do repouso. Além, é claro, do torque superior e instantâneo no Fusca. 

Fusca elétrico contra Porsche GT3 RS chegada
O fusquinha, que sem o motor de um Tesla custa na faixa dos R$ 25.000, deixou para trás o moderno e esportivo Porsche GT3 RS, que custa aproximadamente R$ 1.1000.000 Reprodução/Internet

Para tentar ser mais justo com o Porsche, os pilotos resolvem fazer uma corrida com largada lançada, que começa com os veículos já em movimento. Correndo assim, o Fusca até tenta, mas, com uma velocidade máxima próxima aos 210 km/h, ele não é páreo para o GT3 RS, que pode chegar aos 310 km/h. A eficiência dos motores elétricos também são reduzidas a altas velocidades.

Por fim, um breve teste de frenagem é feito, onde o do Porsche se mostra mais eficiente que o Fusca, que obviamente teve os freios originais substituídos por pinças mais modernas. Mas essa vitória já era esperada até mesmo pelo dono do clássico da Volkswagen. No veredito final, o canal dá a vitória para o GT3 e seu motor a combustão. Foi justo?

Não pode ir à banca comprar, mas não quer perder os conteúdos exclusivos da Quatro Rodas? Clique aqui e tenha o acesso digital

A edição 750 de QUATRO RODAS já está nas bancas!
A edição 750 de QUATRO RODAS já está nas bancas! Arte/Quatro Rodas
Continua após a publicidade

Publicidade