Clique e assine com até 75% de desconto

Demitidos da GM podem ser contratados pela Chery

Chinesa atenderá chamado do governo federal e funcionários dispensados terão preferência

Por redação Atualizado em 9 nov 2016, 13h00 - Publicado em 21 jan 2014, 10h22
mercado

A chinesa Chery, que inaugurará em Jacareí (SP) sua primeira fábrica no Brasil em breve, vai atender ao chamado do governo federal, dando preferência aos funcionários dispensados pela General Motors de São José dos Campos. As contratações devem ocorrer a partir de março.

Segundo o jornal Folha de S.Paulo, o governo planejou essa ação ainda em 2012, quando a GM intensificou as negociações para a demissão dos funcionários. Então, Manoel Dias, ministro do Trabalho, formalizou o pedido à Chery no início de 2014, já que no final do ano passado, cerca de 1000 funcionários da GM de São José dos Campos foram demitidos.

“Mão de obra no Brasil é sempre uma preocupação. Para nós, é interessante por ser uma mão de obra qualificada. Serão considerados com preferência”, afirmou Luís Curi, vice-presidente da Chery no Brasil.

Inicialmente serão contratados 800 trabalhadores pela montadora chinesa para iniciar suas operações no Brasil, que posteriormente contará com 3.000 funcionários e deve produzir 150 mil veículos por ano.

Continua após a publicidade
Publicidade